AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Agenda 21 & Cidadania - 07/08/2021


O Descarte de Medicamentos Vencidos


Mesmo que você seja a pessoa mais saudável do mundo, às vezes precisa tomar algum remédio. Então, você compra o medicamento que o médico receitou, mas a caixa do produto vem com mais comprimidos do que você vai precisar. Reconhece essa situação? O ideal é que você doe o excedente a postos de saúde ou instituições filantrópicas. Mas pode acontecer de você os esquecer na gaveta, junto com aqueles outros remédios para dor, febre, problemas de fígado ou estômago, que você tem só por precaução. Um belo dia, ao arrumar o armário, descobre que a maioria desses produtos já estão vencidos. E como fazer para descartar esse tipo de resíduo?

Medicamentos não podem ser descartados no lixo comum ou na rede de esgoto, porque contém diversas substâncias químicas que representam perigo às pessoas e ao meio ambiente. Mesmo nas cidades com eficientes usinas de tratamento de água, ainda não é possível eliminar totalmente alguns elementos farmacológicos que prejudicam a vida humana e ambiental. Assim, despejar medicamentos sólidos ou líquidos em vasos sanitários ou ralos não é o procedimento correto. Da mesma forma, se descartados no lixo comum, essas substâncias nocivas acabam no chorume resultante do lixo, infiltrando-se no solo e atingindo o lençol freático. Então, o que se deve fazer?

Em junho de 2020, o governo federal assinou um decreto estipulando regras para a logística reversa dos medicamentos, ou seja, a responsabilidade dos fabricantes em recolher o que não foi usado. Segundo a lei, farmácias e drogarias deverão ter em suas lojas pontos de coleta. Os fabricantes e distribuidores ficarão encarregados da retirada e descarte correto. As cidades com população superior a 500 mil habitantes teriam até dois anos para se adequarem e as menores, cinco anos. Fica a dúvida se as regras e prazos estipulados serão cumpridos e se haverá fiscalização.

Mesmo antes de termos uma lei, pessoas preocupadas com o estrago que o problema faz ao ambiente se mobilizaram e criaram formas de minimizá-lo. Aqui em Varginha um projeto da Agenda 21 local em parceria com a farmácia de manipulação Vita Corpus está instalando pontos de coleta em alguns lugares da cidade. Você pode levar seus remédios fora do vencimento nos seguintes locais:
- Loja Strip: Rua Wenceslau Braz, 300, Centro; Loja Imigrantes: Av. dos Imigrantes, 221, Santa Maria; Loja Traços: Rua Delfim Moreira, 451, Centro; Vita Corpus: Rua Dr. José Rezende Pinto, 150, Vila Pinto e Rua Santa Cruz, 887 – Centro.
Além destes, a Drogasil também recebe aqui e em várias cidades.
Cada ação importa. Juntos vamos, aos poucos, recuperando os estragos que fizemos. 


 * Luciane Madrid Cesar
Artigo gentilmente cedido pela autora a título de colaboração com a Agenda 21 Local.
           

Engº Alencar de Souza Filgueiras 
Presidente do Fórum Agenda 21 Local 
Presidente do Conselho Fiscal do IBAPE/MG  
Contato: agenda21localvarginha@gmail.com



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.