AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Atlético recebe Santos e revê Tardelli em jogo para embalar na liderança



A noite desta quarta-feira no Mineirão vai ser marcante. O torcedor do Atlético que for ao estádio terá a oportunidade de rever o ídolo Diego Tardelli, mas desta vez usando uma outra camisa: a do Santos. Quando a bola rolar, às 19h, as homenagens e agradecimentos serão esquecidos momentaneamente. Afinal, o jogo da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro é fundamental para os donos da casa manterem o embalo na liderança. 

O Atlético é o ponteiro da competição, com 53 pontos - 11 a mais que o segundo colocado Flamengo. O time alvinegro, porém, jogou 24 vezes, contra 22 do principal concorrente na disputa pelo sonhado título brasileiro. Vencer o Santos - último adversário a bater o líder da Série A - significará, ao menos, manter a boa margem construída ao longo da competição. 

São impressionantes 17 jogos sem perder no Brasileirão, com 13 vitórias e quatro empates. A arrancada fez o time do técnico Cuca chegar à liderança, abrir vantagem e se tornar o principal candidato ao troféu. Pelos cálculos do site Probabilidades no Futebol (da UFMG), as chances de ganhar o título e findar o jejum de quase 50 anos sem conquistar a competição  são de quase 90% . Mas o elenco tenta não se empolgar antes da hora. 

"A gente tem que controlar muito bem o dia a dia, ir jogo a jogo. Esse é o ponto crucial para que a gente possa chegar ao êxito, que seria essa conquista. A gente sabe que tem uma vantagem até significativa, mas a partir do momento em que a gente perder esse foco, não respeitar, achar que tudo está resolvido, a gente vai estar dando um tiro no pé. O futebol não permite isso",  alertou Réver. 


Reencontro 

Diego Tardelli ainda não sabe se efetivamente atuará no Mineirão . Reserva, o experiente atacante de 36 anos busca a melhor forma física para brigar pela titularidade do time comandado pelo técnico Fábio Carille. 

"Está buscando, não é tão jovem, mas vem trabalhando bastante. Ali na frente, eu vejo ele fazendo outras funções, como um quarto homem pelo lado até para ganhar o meio, com mais qualidade, com mais posse. Mas, hoje, apenas como ponta do losango ou como falso 9", declarou o treinador. 

O time paulista não terá  dois jogadores importantes  para o duelo em Belo Horizonte: o meia Carlos Sánchez e o lateral-esquerdo Felipe Jonatan. Os dois receberam o terceiro cartão amarelo na vitória de domingo por 1 a 0 contra o Grêmio, na Vila Belmiro, e vão cumprir suspensão. 

No  treinamento de terça-feira , o último antes da viagem a BH, Carille substituiu Carlos Sánchez por Jean Mota. Com isso, Vinicius Zanocelo passou a atuar mais adiantado. Na lateral, Lucas Braga deve ser o escolhido. 

O Santos iniciou a rodada na 16ª colocação do Brasileirão, com 28 pontos, apenas dois à frente da zona de rebaixamento.

Super Esportes


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.