AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Coluna Fatos e Versões com Rodrigo Silva Fernandes

 

Solução e investimento 

O prefeito de Varginha Vérdi Melo recebeu na semana passada o empresário Bruno Pereira, diretor da Empresa Brasileira de Destinação de Resíduos – Embrader, do ramo de reciclagem de pneus, que em breve irá instalar unidade em Varginha. No release publicado no Diário Oficial do município a assessoria não dá muitas notícias sobre a empresa e nem mesmo qual seriam os planos do governo quanto a sua atuação na cidade. Contudo, tendo em vista o problema crônico dos pneus descartados no meio ambiente e o grande consumo de pneus em Varginha e região, é bem possível que a atuação da Empresa Embrader seja mais que um novo investimento que chega em Varginha, mas também uma solução para um problema que vem crescendo na região. Aliás o próprio governo municipal, que possui enorme frota, não tem estrutura adequada para dar solução ambiental para seu consumo de pneus e dos milhares pneus usados que chegam ao aterro sanitário ou que são jogados no meio ambiente. Vamos torcer para que Varginha consiga o investimento da nova empresa e, também, a solução ambiental adequada aos pneus descartados! 


Na conta do município?, outra vez! 

Mais uma publicação “estranha” no diário oficial do município do dia 21 de outubro. O edital de licitação nº334/2021 tem como objeto a contratação de empresa especializada para instalação de som na sede do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais – CBMMG. Será que o Governo de Minas não tem recursos mínimos para tais melhorias no CBMMG? Em que pese o importante trabalho e mesmo merecimento da honrada instituição Corpo de Bombeiros, a responsabilidade pela manutenção e investimentos no Corpo de Bombeiros é inteiramente do Governo de Minas. No momento em que a Prefeitura de Varginha disponibiliza recursos para instituições que não são de sua responsabilidade, fatalmente, instituições municipais e mesmo áreas importantes do município podem perder recursos, uma vez que o caixa municipal tem limites e a lei de responsabilidade fiscal limita os gastos públicos. Além disso, é também fato que o Governo de Minas não faz “gracinha para o governo municipal” pagando despesas de competência do município. Não se tem notícias sobre gastos estaduais pagando despesas em Varginha que não sejam de competência do governo estadual. 


E vai rolar a festa? 

Falando em contratação de som, a publicação da licitação – pregão presencial nº 250/2021 divulgada no Diário Oficial de 21 de outubro traz mais um gasto “sugestivo” para o governo municipal. A licitação tem “por objeto o registro de preços para locação de equipamentos de sonorização, iluminação e materiais afins, para realização de eventos levados a efeito pela Administração Municipal”. Pelo visto, está na programação do governo municipal a realização de diversas inaugurações ou eventos de maior porte, (visto que precisará de som e iluminação), ou então o governo pretende fazer festa de final de ano? Nunca se sabe, não custa ficar de olho! 


Casa, comida e roupa lavada? 

Dizem que Varginha é uma “mãe para uns e madrasta para outros”, parece que a Prefeitura de Varginha tem a mesma vocação! Prova disso é que o Executivo municipal vai locar um alojamento para a equipe de Voleibol da Secretaria Municipal de Esportes – SEMEL. O imóvel fica na rua Dr. Francisco Rosemburg, no Bom Pastor. O “cobertor é curto” e logicamente nem todas as equipes esportivas podem ter o mesmo apoio. Da mesma forma que nem todos os setores da economia têm a mesma atenção do governo. Tratamento diferenciado também ocorre com vereadores, com empresas e instituições que tratam diariamente com o “governo mãe”. Diz também outro ditado popular que “quem não chora não mama”, assim, parece que uns choram mais que outros em Varginha”. Mas certamente a “choradeira vai aumentar quando os que não estão mamando souberem daqueles que estão de barriga cheia”.  


Agora, Varginhense legítimo! 

O decreto nº 09/2021 da Câmara Municipal de Varginha concedeu o Título de Cidadania Honorária ao prefeito Vérdi Melo pelos relevantes serviços prestados à comunidade de Varginha. Vérdi Melo é natural da cidade vizinha de Elói Mendes, embora tenha sua história empresarial e política construída em Varginha. Curioso é que o título de cidadania oferecido pela Câmara de Vereadores vai assinado por todos os edis e também pelo prefeito e pelo vice-prefeito, logo, Vérdi Melo vai assinar o próprio título de cidadania. Que aliás, é justo e merecido! 


Professores pela Educação 

A coluna comentou na última edição sobre a visita do deputado estadual Professor Cleiton Oliveira (PSB) a Varginha. Na extensa agenda cumprida na cidade o parlamentar estadual esteve no Hospital Regional, juntamente com o deputado federal Odair Cunha (PT). Ambos os deputados contribuíram com o Regional por meio da indicação de emendas que levou recursos a instituição regional de saúde. Cleiton Oliveira e Odair Cunha, embora sejam de partidos diferentes são próximos tendo em vista que participam do movimento carismático da Igreja Católica, que aliás, apoiou ambos em eleições passadas. Contudo, mesmo com a proximidade entre os parlamentares, não está nos planos do professor e deputado estadual Cleiton Oliveira (PSB) construir dobradinha eleitoral com o deputado federal Odair Cunha (PT), pelo menos nas eleições de 2022. Não se sabe se o desgaste do PT é um dos motivos, ou se existem articulações locais para que Cleiton Oliveira se distancie de Odair Cunha ou que dobre com outro candidato a federal, mesmo porque alguns apoiadores isolados de ambos os parlamentares vão trabalhar a dobradinha “Cleiton/Odair”. Mas, oficialmente, a equipe do deputado estadual não terá interlocução com a campanha do federal Odair. Nos bastidores, é trabalhado uma parceria entre Cleiton Oliveira e o reitor Stefano Gazzola, que tem trabalhado para sair candidato a deputado federal. A parceria entre os professores Cleiton Oliveira e Stefano Gazzola poderia ser uma boa dobradinha em defesa da Educação. Claro que tudo ainda está no campo das possibilidades, mas no caso de uma eventual dobradinha entre Cleiton e Stefano, haveria apoiadores de ambos os lados que “torceriam o nariz”. A conferir! 


Obras de mobilidade 

O prefeito Vérdi Melo anunciou recentemente o planejamento para construir uma via entre a Fazenda Experimental Procafé e a avenida Celina Ottoni. A intenção é tirar volume de caminhões de cargas e produtos agrícolas que hoje circulam pela região dos bairros da Vargem, Sagrado Coração e adjacências e direcioná-los para tal via. O planejamento da obra vai envolver a desapropriação de oito imóveis e segundo prefeito, o município tem recursos para fazer totalmente a obra. O projeto de criar via própria que retire o fluxo de veículos pesados dos bairros é uma boa iniciativa, bem como vai também dar maior utilidade a avenida Celina Ottoni, que duplicada, poderá ser melhor aproveitada para melhorar o trânsito da cidade. Contudo, o Departamento Municipal de Trânsito – Demutran, precisa ficar atento a alguns gargalos. Vejam que o futuro aumento do fluxo na avenida Celina Ottoni precisa ser acompanhado de um melhor desenho daquela avenida, principalmente na rotatória onde já ocorreram diversos acidentes. Um melhor traçado daquele trecho é fundamental para que os caminhões carregados e outros veículos pesados possam passar por ali em segurança. Vale lembrar, inclusive, que a criação desta nova via de escoamento vai ampliar a necessidade de que a pavimentação entre Varginha e Carmo da Cacheira saia logo do papel. Aliás, se este trecho entre as duas cidades for asfaltado, o trajeto entre Varginha e a Rodovia Fernão Dias será muito reduzido, beneficiando milhares de transportadoras, outras empresas e pessoas que se deslocam para a Capital. O planejamento da nova via em Varginha e adaptação de todo o trajeto para o fluxo de veículos que vai receber será, sem dúvida, um desafio para o Demutran, que normalmente não tem mostrado eficiência no cuidado com o trânsito nos últimos tempos. Todavia, se o Demutran realizar um bom trabalho nesta nova via em Varginha, poderá contribuir para o fortalecimento político, econômico e argumentação da necessidade de asfaltar a estrada rural entre Varginha e Carmo da Cachoeira, passando pela Vargem. A conferir! 


Esporte, Saúde e Segurança 

A administração pública tem três grandes responsabilidades que precisam estar no foco de suas ações: Saúde, Segurança e Esporte. Talvez pensando nisso, o governo municipal tenha planejado entregar 30 novas academias de rua até o final de 2022. A construção de espaços públicos preparados para oferecer lazer, entretenimento, cidadania e esporte à comunidade é uma boa forma de melhorar a vida na cidade. Um espaço assim foi inaugurado recentemente na inauguração da praça que levou o nome do ex-vereador Carlos Costa no bairro Sagrado Coração.A praça tem parquinho, academia de rua, sede do conselho comunitário e espaço para construir 1 PSF. A construção de melhores espaços públicos, como praças e academias de rua, proporcionam mais saúde à comunidade e também incentivam a juventude a práticas esportivas. Mas é preciso que o município, por meio da Guarda Civil possa garantir a segurança a todos os equipamentos públicos, principalmente das academias de rua e novas praças que estão sendo entregues. A Guarda Municipal recebeu recentemente grandes investimentos públicos com a compra de armamento, novos equipamentos e treinamento da tropa. Todavia, como disse a coluna no início desta nota, para que o governo foque na Saúde, Segurança e Esporte, seria interessante que as novas praças, academias de rua e grandes obras públicas que serão entregues pelo município, já sejam inauguradas com câmeras de segurança ligadas a central de monitoramento da Guarda Municipal. Assim, o município vai aos poucos melhorando a segurança e garantindo que haverá proteção as novas estruturas públicas. 


Saco de bondades 

O Governo de Minas assinou ontem acordo com a Associação Mineira de Municípios (AMM) para regularização da dívida relacionada aos repasses da verba da saúde aos municípios. A intermediação foi feita pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) tendo a assinatura do acordo ocorrido na sede da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado, com a presença do Procurador Geral de Justiça Jarbas Soares Junior. Os valores previstos para a saúde estavam previstos nos orçamentos de anos anteriores, mas não haviam sido quitados na gestão passada de Fernando Pimentel (PT) o que prejudicou centenas de municípios. Segundo o levantamento realizado este ano, o valor da dívida gira em torno de mais de R$ 7 bilhões em repasses atrasados da Saúde só para os municípios. Varginha pode receber cerca de R$ 60 milhões oriundos deste acordo, a exemplo de acordo semelhante fechado no início da gestão Zema, que vem sendo pago parceladamente ao município. O acordo dos repasses das verbas da saúde também serão parcelados para pagamento mensal pelo Governo de Minas. Cerca de 100 prefeitos participaram da solenidade de fechamento do acordo entre o Governo de Minas e os municípios, representados pela AMM. Com mais esta articulação, que resultará em recursos aos municípios, Zema irriga ainda mais os apoios a sua candidatura a reeleição, o que vai crescendo no interior sem concorrente a altura. 


Saco de maldades 

Mas as ações do Governo de Minas, ou a falta delas, precisa ser levada em consideração para medir o engajamento deste governo estadual liderado por Zema. Em que pese as visitas recentes do governador a região, bem como os recursos atrasados que estão sendo pagos parcelados, como o que virá agora da área de saúde. É preciso lembrar que o Governo de Minas tem ainda grandes débitos com Varginha e região, que precisam ser resgatados. Vejam, por exemplo, o caso da obra de duplicação da MGC 491 que está parada, bem como a obra de construção da sede do Hemoninas em Varginha, também parada. Sem falar em casos graves de falta de investimento em instituições como Polícia Militar, Civil, Bombeiros e outras áreas do governo. Vale ainda lembrar de promessas antigas do governo estadual como a construção de um centro de eventos em Varginha e a construção do gasoduto da Gasmig para levar gás natural às empresas e automóveis na região. Tais faltas do governo estadual, que agora competem a Zema (mesmo que não tenha sido o político quem prometeu o investimento) estão emperrando muito o crescimento de Varginha e região.  



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.