AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Coluna - Luiz Fernando Alfredo


 Confusão generalizada

O senhor derramou dentro deles um espírito que os deixaram desorientados, Isaías 19:12-14. Há inúmeros versículos na bíblia que falam sobre confusão, embora Deus não é um Deus de desordem e sim de paz 1 Coríntios 14:33. Destrói os ímpios senhor, confunde a língua deles, pois vejo violência e brigas nas cidades Salmo 55:19. E assim continua vários versículos nesta linha.

Não é comum fazer jornalismo citando às escrituras sagradas (no final entenderão), ainda mais que a bíblia não foi escrita para ocidentais e sim traduzida para nossas línguas, de idiomas antigos como o grego, hebraico, aramaico, portanto, para interpreta-la, necessitamos raciocinar a fim de entendermos a literalidade, pois ela contém expressões e costumes de uma época que desconhecemos, demandando fé, sabedoria e razão, exceto os quatro evangelhos, epístolas e cartas dos apóstolos que são mais claros.

Atribuem ao cientista Albert Einstein a seguinte frase: “A ciência sem religião é manca e a fé sem a ciência é cega”, contudo se lermos Niestzesche, Dostoievsk, Stephen Hawking, Richard Dawkins e outros que contestaram Deus, só o fizeram porque tinham paradigmas da bíblia, do contrário não precisavam se dar ao trabalho de tantas literaturas e hipóteses, pois seriam exposições  sem conteúdo para ninguém assimilar, afinal como afirmara Dostoievsk: “Se Deus não existe, tudo é permitido”.

Achamos que nós seres humanos bem limitados, não conseguindo domar nosso ego, nos revoltamos contestando tudo e todos, e na ânsia de aplacarmos nossa ira, tiramos às expectativas das pessoas, que torcem para o Sagrado, afastando sempre a descrença, numa luta obscura de crerem sem verem e tentarem apegar a algo nas entrelinhas das histórias para 
sentirem e se entregarem ao fim da trajetória sem receio.

Por que estamos entrando nesta ceara? Fomos provocados com duas perguntas, primeira, “porque ninguém jamais viu Deus”? E segunda, é “se Jesus foi um comunista”?

Não somos um cátedra em teologia, mas nossa curiosidade nos impulsiona a ler tudo que podemos, porquanto, pedimos escusas por tentar responder numa humilde síntese, salvo melhor juízo, pois podemos ser escravo daquilo que proferimos, mas os senhores leitores não são obrigados a acatarem, pois são donos dos seus pensamentos, haja vista o título que escolhemos para este texto, pois não temos nenhum preconceito em falar de Deus, cremos Nele, sem precisar vê-Lo, basta senti-Lo, admirando a criação perfeita e a precisão afinada das variáveis baseadas na física teórica, específicas da posição da terra no universo e  da vida complexa das criaturas.

Por que ninguém jamais viu Deus?  Talvez porque sendo a grandeza e a luz do Criador infinitas, não tem como caberem dentro da criação e para as criaturas, porquanto Ele é a própria energia incompreensível, que pode não assimilar às nossas imperfeições, até que haja uma purificação, para novamente entranharmos na sua incomensurável graça, dentro do Seu seio (nosso ponto de partida), onde o Verbo planejado pelo Todo Poderoso se manifestou desde o início de tudo. Em Gênesis 3:14-15, Deus, em resposta ao pecado do Homem e da mulher, fala sobre Jesus e aquilo que Ele viria a fazer no futuro. Por outro lado quem fez tudo isto, aparece como e onde quiser. A quem pois, podeis assemelhar a Deus? Isaias 40:18.
Jesus era comunista? Não! Se a sua pergunta é com base na pregação Dele, tipo a abominação das riquezas, não fazer aos outros aquilo que não gostaria que te fizestes, se apanhares numa face dê a outra ao seu agressor, se te roubares a túnica  dê  ao  ladrão  seu manto também, o rico dificilmente entrará no reino dos céus, não te preocupes com tesouro na terra, preocupas em juntares tesouro no céu, perdoar setenta vezes sete, todos estes ensinamentos estão intrínsecos em Mateus 22:37-39, “Amar ao próximo como a ti mesmo”. Resumido neste mandamento está o amor, a empatia, a caridade contra o desprezo, o orgulho, a vaidade, egoísmo, a maldade, etc.

Jesus não foi um ativista político, foi um doutrinador de preceitos fundamentais de convivência que manteve o mundo até agora, num equilíbrio frágil, que nos últimos anos, vem descompensando para o lado esquerdo que sempre simbolizou o errado, principalmente, patrocinado por milionários materialistas, ilusoriamente carregando uma ganância que dura pouco, ou seja até que os seus dias cessem para sempre, sobrando seus legados espúrios para uma juventude no mínimo agnóstica, usando eufemismo, que foge da religião, pois o prazer está acima de tudo e como tudo que é bom é pecado, faz mal ou engorda, temos que assistir a decadência praticamente irreversível.

Jesus não atacava os romanos, não os roubava, não era estelionatário, não criava narrativas, não incendiava patrimônio público, não cultuava pandemia, não fazia planos macabros, amava o Pai; é simplesmente o Caminho, a Verdade e a Vida e pensava apenas em Salvação nunca em demolição e agressão.

Achamos que a confusão está estabelecida no mundo inteiro; não é possível tantos valores invertidos para uma longevidade que não passa de oitenta anos no planeta e às vezes desperdiçada, pois deixam escritos doutrinas que marcam várias gerações. Qual a vantagem entre ter e ser sem escrúpulos, a não ser o mal? Vivemos na ignorância do bem, pois somos ótimos e ávidos em colhermos sempre, só que quase nunca plantamos.

Deus tenha misericórdia do mundo, porque estamos desorientados! Lembremo-nos, não há conexão sem sintonia e se o botão do seu play ficou muito tempo desligado, pode estar enferrujado, é só forçar.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.