AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Com aumento, gasolina em Varginha bate 7 reais



 Na última  segunda-feira (25/10) a Petrobras anunciou o reajuste dos preços da gasolina e do diesel em suas refinarias.

Com o combustível mais caro, alguns postos em Varginha registraram, na manhã da última terça-feira, o valor de R$6,97, praticamente batendo os sete reais. 

O etanol está custando até 5,48 em Varginha. Uma pessoa ligada ao sindicato dos transportadores do Sul de Minas disse que percebe, entre os colegas de profissão, que a categoria não gostaria de participar da greve. 

A paralisação está sendo marcada para a próxima segunda-feira (1/11). “Mas a gente não vê outra alternativa. Parece que acenderam um palito de fósforo para dar início a greve”.


Por que aumentou?

O litro da gasolina vendido pela empresa às distribuidoras passará de R$ 2,98 para R$ 3,19, o que representa um aumento de R$ 0,21, cerca de 7%.

De acordo com a Petrobras, a parcela da gasolina vendida nas refinarias no preço final do produto encontrado nos postos chega a R$ 2,33, com um aumento de R$ 0,15.  A variação é menor que os R$ 0,21 de reajuste nas refinarias porque a gasolina tem uma mistura obrigatória de 27% de etanol anidro. 

O litro do diesel passará a ser vendido por R$ 3,34 nas refinarias da Petrobras, o que representa um aumento de cerca de 9% sobre o preço médio atual, de R$ 3,06. 

No caso do diesel, a Petrobras calcula que o impacto para o consumidor final seja um aumento de R$ 0,24, porque o diesel vendido nos postos tem uma mistura obrigatória de 12% de biodiesel. A Petrobras justifica que os reajustes no preço garantem que o mercado “siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento”.


Fonte Blogue do Madeira


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.