AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Governo de Minas anuncia a maior expansão do Ensino Médio em Tempo Integral da história do estado


 A educação em Minas Gerais está dando mais um importante passo no desenvolvimento do futuro dos jovens com o aumento da oferta do Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI). A partir do próximo ano, o estado dará o maior salto da sua história no número de unidades de ensino da rede estadual que contam com a iniciativa e no número de vagas. Serão 210 novas escolas, que se juntam às atuais 391 unidades que já disponibilizam o EMTI, chegando à marca de 601 escolas de EMTI em 2022.

Com a expansão, no próximo ano, serão oferecidas cerca de 97 mil vagas na modalidade. O anúncio foi feito na última quarta-feira (27/10), no evento “Construindo seu futuro - Expansão do Ensino Médio em Tempo Integral em Minas Gerais”, realizado no Auditório JK, na Cidade Administrativa, e contou com a participação do governador Romeu Zema, da secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, diretores de escolas e parceiros na implementação do programa em Minas Gerais. Na ocasião, também foi lançado o livro “Ensino Médio Integral Profissional de Minas Gerais - Construção de política inovadora com rede de parceiros”.

O governador Romeu Zema destacou os avanços alcançados pelo seu governo na área da educação, como a reforma de cerca de 1.200 prédios escolares, aumento no repasse para a merenda escolar e investimentos na troca do mobiliário, além da regularização do pagamento dos salários e das férias-prêmio.

“Tudo isto demonstra nosso cuidado com a educação. Com a expansão do ensino em tempo integral, estamos propiciando um futuro melhor para os alunos, aumentando as chances de conseguir um emprego, de passar em um vestibular. Vamos fazer muita diferença na vida destas pessoas, que agora passam a ser 97 mil alunos”, afirmou o governador.


Reformas e mobiliário novo

Segundo a secretária de Educação, Julia Sant’Anna, o número de escolas que agora passam a atender em tempo integral e o número de vagas disponibilizadas foram multiplicados em oito vezes após o início da atual gestão estadual. Ela também ressaltou que as escolas estão mais preparadas, com mais conforto e segurança para professores e estudantes.

“Dispusemos recentemente de um recurso adicional de R$ 800 milhões para aquisição de mobiliários e equipamentos escolares, estamos concluindo mais de 1.200 reformas de escolas. Então a situação de infraestrutura das nossas escolas está muito diferente do momento em que recebemos, estamos cada vez com uma estrutura melhor”, afirmou a secretária.


Programa

O programa tem o compromisso de promover a formação integral e inclusão social dos adolescentes e jovens. A ampliação da jornada escolar auxilia na solidificação dos conteúdos e proporciona o desenvolvimento de habilidades em diferentes práticas educativas. A política da Educação Integral em Minas Gerais foi elaborada de forma sistêmica, articulando os conteúdos acadêmicos aos conteúdos técnicos e do mundo do trabalho, dando ao estudante um leque de opções após o encerramento do seu percurso. 

Desde o início desta gestão, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), vem investindo na ampliação da Educação Integral no Ensino Médio. De 77 unidades em 2019, saltou para 391 em 2021, chegando ao total de 601 escolas de EMTI em 2022, das quais 149 oferecem a modalidade Profissional.


Expansão

No próximo ano, serão 210 novas escolas estaduais a disponibilizar esse tipo de ensino. Elas estão localizadas em 166 municípios mineiros, dos quais 126 terão, pela primeira vez, pelo menos uma unidade de ensino da rede estadual que conta com a iniciativa. Das novas escolas, 51 vão oferecer o EMTI Profissional e 159 o EMTI Regular.

“Toda a criação de cada curso depende muito de como é o setor produtivo local de cada região do nosso estado, o que vai nos dar bem mais segurança para o processo de empregabilidade ao fim do ensino médio”, afirmou a secretária Julia Sant’Anna. No Ensino Médio em Tempo Integral, o protagonismo juvenil e a elaboração do projeto de vida norteiam as ações. Além de proporcionar conhecimento acadêmico, com orientações de estudos, tutoria e aprendizado na prática, o principal objetivo destas instituições é estimular cada aluno a encontrar sua vocação e alcançar o que quer para o seu futuro.

 Os estudantes também são incentivados a participar de organizações como clubes de protagonismo, conselho de líderes, grêmio estudantil ou, ainda, auxiliar na solução de demandas do dia a dia da escola.

Na modalidade EMTI Profissional, os estudantes ainda têm a oportunidade de participar de cursos técnicos, como: Açúcar e Álcool, Agroecologia, Agronegócio, Agropecuária, Celulose e Papel, Desenvolvimento Cultural, Desenvolvimento de Sistemas, Eletroeletrônica, Eletrônica, Eletrotécnica, Informática, Logística, Marketing, Mecânica, Química, Recursos Humanos, Segurança do Trabalho e Transações Imobiliárias.

As inscrições poderão ser feitas do dia 17/11 até 10/12/2021. Os estudantes já podem consultar no site www.querointegral.com.br/MG as escolas que oferecem o EMTI. Outras informações sobre o processo serão divulgadas pela SEE nas próximas semanas.


Desenvolvimento

A diretora da Escola Estadual Haydée de Souza Abreu, em Timóteo, Isaura Rocha de Carvalho, destacou a importância do ensino integral na formação dos jovens. “A educação tem o poder de mudar as pessoas, a cultura, e quando o aluno aprende a se conhecer, a trabalhar o projeto de vida, é muito bacana. 

Quantos jovens não têm projeto para a vida dele? Ali ele é orientado, acompanhado pela equipe desde o acolhimento. Ele se sente parte da escola”, afirmou. A aluna Isabela Augusta, de 19 anos, participou do ensino médio integral em sua escola em Belo Horizonte e, segundo ela, a escolha pelo modelo se deu pelo leque de oportunidades que teria após a formação. 

“Ingressei no ensino médio integral em busca de respostas para o crescimento pessoal e também intelectual, porque ele não abrange apenas as áreas que compõem o nosso currículo, ele nos proporciona muito além disso. As aulas de projeto de vida e estudos orientados são perfeitas”, afirmou.


Livro

O livro “Ensino Médio Integral Profissional de Minas Gerais - Construção de política inovadora com rede de parceiros” é uma publicação que conta um pouco da trajetória de reestruturação e a expansão do EMTI nas escolas da rede estadual de Minas Gerais. O livro foi organizado pelo Itaú Educação e Trabalho, Sebrae, Instituto Sonho Grande, Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE) e Instituto Natura, alguns dos importantes parceiros da SEE/MG na construção e fortalecimento do Ensino Médio em Tempo Integral em Minas Gerais. O capítulo 1 traz um panorama dos desafios e detalha o que foi realizado e o porquê dessa política. 

No capítulo 2, encontram-se procedimentos, caminhos e soluções coletivas para o desenho e a implementação das ações, incluindo a rede de parceiros. Já o capítulo 3 apresenta a concepção de currículo com componentes articulados e a convergência de modelos e métodos e traz um olhar especial para a formação docente. Por fim, o capítulo 4 mostra um resumo gráfico das ações executadas durante esse complexo processo de construção conjunta.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.