AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Justiça divulga nova condenação ao ex-delegado regional de Varginha

 


O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) informou em nota à imprensa que obteve nova condenação do ex-delegado regional de polícia de Varginha Wellington Clair de Castro.

Agora para cumprir a pena de 17 anos, 9 meses e dois dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, em razão da prática dos crimes de falsidade ideológica, corrupção passiva e lavagem de valores.

Segundo o MPMG, a sentença ainda determinou a perda do cargo de delegado de polícia, o pagamento de multa, a reparação por danos morais coletivos no valor aproximado de R$ 860 mil e o perdimento de bens do ex-agente público.

Ele terá que devolver R$ 874.831,73, reconhecidos como propina recebida. 

O Ministério Público informou que Clair foi denunciado em decorrência das investigações que deram origem à operação Delta, realizada em outubro do ano passado pela Promotoria de Justiça de São Gonçalo do Sapucaí, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), núcleos Pouso Alegre e Varginha.

A operação deu continuidade às investigações promovidas pelo Ministério Público Federal.

Após a instrução, a ação penal envolvendo Wellington Clair, que já havia sido condenado pela prática de crimes de organização criminosa, corrupção passiva e prevaricação, resultou em sua nova condenação, pelo fato de o réu ter recebido “mesada” de pessoas ligadas ao jogo do bicho e a esquema ilícito na venda de cigarros, além de ele ter favorecido uma delas com a falsificação de Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica (Danfe).

O Juízo de 1.º grau reconheceu a existência de provas da utilização dos valores ilicitamente recebidos pelo ex-delegado regional para a aquisição, edificação e reforma de imóveis.  Um segundo réu, que havia celebrado acordo de colaboração premiada com o MPMG, também foi condenado. Porém, por ter auxiliado no esclarecimento dos fatos, teve sua pena perdoada. (Com informações do MPMG)


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.