AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Aumento da dívida pública é tema de debate nesta quinta



O Centro de Estudos e Debates Estratégicos (Cedes) da Câmara dos Deputados discute nesta quinta-feira (18) a teoria monetária moderna e a dívida pública.

O debate será realizada às 15 horas, no plenário 11, e poderá ser acompanhado de forma virtual pelo e-Democracia.

A audiência faz parte dos trabalho do grupo de estudos do Cedes sobre a dívida pública brasileira, de autoria dos deputados Félix Mendonça Júnior (PDT-BA) e Denis Bezerra (PSB-CE).

A audiência tem como metas:

  • atualizar os dados apresentados por estudo semelhante realizado pelo Cedes no ano de 2005, relatado, à época, pelo deputado Félix Mendonça;
  • identificar e apresentar os fatores condicionantes da evolução dos indicadores de endividamento público;
  • identificar e apresentar os fatores condicionantes da evolução do estoque das "operações compromissadas"; e
  • identificar as principais "Regras Fiscais" trazidas pela legislação e explicar porque não foram suficientes para se evitar o aumento do endividamento público brasileiro.

O estudo promovido pelo Cedes pretende compreender a sistemática de transferência de resultados entre o Banco Central do Brasil e o Tesouro Nacional, quantificar o fluxo de recursos entre tais entidades e o reflexo sobre a variação do endividamento público; compreender as mais recentes teorias associadas ao controle do endividamento público e à gestão da política monetária; e identificar os grandes detentores da dívida pública, além de analisar o papel do Congresso Nacional na fiscalização da dívida pública.

"Com a realização deste estudo, esperamos contribuir para a potencialização desse debate na agenda legislativa e, também, ter a oportunidade de ouvir autoridades do executivo, empresários, acadêmicos e especialistas envolvidos com a temática", observam os deputados.

Debatedores
Foram convidados para a audiência:
- o  ex-presidente do Banco Central e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Affonso Celso Pastore;
- o economista e ex-presidente do BNDES, André Lara Resende; e
- o jornalista do jornal O Estado de S. Paulo e consultor de comunicação do Ibre/FGV, Fernando Dantas.

Fonte: Agência Câmara de Notícias


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.