AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Cesta básica em Três Pontas tem queda de 2,78% em outubro



 Após dois meses consecutivos de fortes altas, o Índice da Cesta Básica de Três Pontas (ICB – FATEPS/UNIS) apresentou queda de -2,78% neste mês de outubro em comparação com o mês de setembro. A queda nos preços de alguns produtos, como por exemplo carne bovina e leite integral, influenciou esse comportamento do índice.

A pesquisa é realizada todos os meses através da coleta dos preços de 13 produtos que compõem a cesta básica nacional de alimentos nos principais supermercados da cidade, tendo como base a metodologia adotada pelo DIEESE nas principais capitais brasileiras. No período de 12 meses, de outubro de 2020 a outubro de 2021, a cesta básica apresentou uma elevação de 19,02% em Três Pontas. Considerando apenas este ano de 2021 o índice acumula alta de 0,86%.

Nesta mais recente pesquisa verificou-se que o valor médio da cesta básica nacional de alimentos para o sustento de uma pessoa adulta na cidade de Três Pontas neste mês de outubro é de R$549,24. Este é o segundo maior valor já atingido pela cesta básica desde o início da pesquisa em abril de 2020, correspondendo a 53,98% do salário mínimo líquido. Sendo assim, um trabalhador que recebe um salário mínimo mensal precisa trabalhar 109 horas e 51 minutos por mês para adquirir essa cesta em Três Pontas.

Entre os meses de setembro e outubro deste ano, dos 13 produtos componentes da cesta básica pesquisada em Três Pontas, seis tiveram alta dos preços médios: batata, farinha de trigo, banana, café em pó, tomate e manteiga. Um produto manteve os preços médios inalterados: o pão francês. E seis produtos tiveram queda em seus preços médios: carne bovina, leite integral, feijão carioquinha, açúcar refinado, óleo de soja e arroz.

A queda no índice da cesta básica neste mês de outubro em Três Pontas traz um certo alívio aos consumidores, porém é importante destacar que o valor desta cesta ainda se encontra bastante elevado e representando mais da metade do salário mínimo líquido. O comportamento dos preços nos próximos meses será muito dependente da dinâmica da oferta e do comportamento da demanda, principalmente externa. Os consumidores precisam estar atentos às possibilidades de substituição de produtos e marcas a fim de diminuir o impacto no orçamento doméstico.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.