AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Golpistas usam nome de Hospital Oncológico Samuel Libânio para pedir dinheiro

 


Em Pouso Alegre, golpistas usam nome de Hospital Oncológico Samuel Libânio para pedir dinheiro. Na última segunda-feira (22), o prefeito Rafael Simões gravou vídeo para alertar a população sobre o golpe.

Ele contou que logo cedo foi informado que estelionatários agem nas ruas da cidade. “Tem gente na rua, com um caderninho arrecadando dinheiro do nosso Hospital Oncológico Samuel Libânio”.

O hospital está em fase inicial de construção. Ele pertence à Fundação Vale do Sapucaí (FUVS), mantenedora do Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL). A obra anunciada que teve o lançamento da pedra fundamental na última sexta-feira (19) é custeada pela prefeitura.

Em nota, a direção do HCSL, destaca que “não pede doações em dinheiro ou em gêneros alimentícios nas ruas ou por telefone”. O comunicado informa que “qualquer tipo de ação neste sentido não tem nenhuma ligação com o Hospital Samuel Libânio ou o novo Hospital Oncológico”.

O prefeito alerta a população que o pedido de dinheiro nas ruas é um golpe. “Não vamos deixar esses vigaristas ganharem dinheiro em nome do hospital”.

Em casos como esse, de uso de nome de instituições o melhor é entrar em contato com a instituição citada pela pessoa que pede a ajuda. Estelionatários são aqueles que usam nomes de pessoas ou instituições para ganhar vantagens ilegalmente, principalmente dinheiro. 

Golpes são aplicados presencialmente, por telefone ou aplicativos de mensagem. É necessário acionar a polícia.

O Hospital das Clínicas de Pouso Alegre atende a região Sul de Minas. Se você for abordado em qualquer local da região por uma pessoa que se passa por representante ou voluntário para arrecadar dinheiro ou bens para a instituição, basta ligar para o hospital no telefone (35) 3429-3200.

Redes sociais oficiais do HCSL e FUVS, bem como veículos de comunicação são os meios do hospital informar a população sobre ações e campanhas, destaca a nota da instituição de saúde. Para arrecadar doações para ambos hospitais a FUVS mantém a campanha ‘Sou do Bem’, onde a ajuda pode ser feita por meio de depósito bancário. A direção do HCSL cita que “qualquer outro tipo de manifestação ou campanha NÃO CORRESPONDE ao Hospital Samuel Libânio”. Verbas para a construção nesse momento estão garantidas pelo município, acrescenta Simões. “A prefeitura de Pouso Alegre já colocou dinheiro necessário para nós levantarmos o hospital. Posteriormente qualquer outra ação será comunicada diretamente a vocês.”


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.