AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Santa Rita do Sapucaí é único município de Minas Gerais apto a implantar 5G

 


O 5G desenvolvido em Santa Rita do Sapucaí para todo o Brasil, terá mais um marco, o município é o único de Minas Gerais apto a implantar a nova tecnologia. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realizou na última semana o leilão do 5G. Até o momento apenas 19 cidades estão preparadas para esse sistema. O motivo: legislação.

Mais do que telefonia, o 5G vai mudar a forma de se comunicar e realizar ações e serviços devido à velocidade e capacidade de dados transmitidos, destaca Fred Trindade, gerente executivo de Treinamento e Consultoria do Inatel (Instituto Nacional de Telecomunicações).

Trindade participa da coordenação de pesquisa do 5G na instituição. Todo o estudo, desenvolvimento e projetos começaram em 2013. Ele acrescenta que a sociedade em geral será beneficiada, com essa rede podendo ser utilizada em projetos de cidades inteligentes, veículos autônomos, saúde, educação, transportes e demais áreas como o setor agropecuário.

As torres “altas” que atualmente são vistas pela população em picos de serras, passarão a ter baixa dimensão e estar presentes “em cima de prédios, postes, entre outros locais”, acrescenta o gerente. O motivo é que o sinal do 5G precisa estar próximo dos usuários.


5G esbarra em leis

Para essa tecnologia funcionar é preciso que municípios adequem sua legislação referente à Lei Geral das Antenas (13.116/15). A explicação para o Brasil ter apenas 19 municípios aptos até o momento é que esses locais têm essa mudança na legislação e estão atrasados no quesito voltado à instalação de antenas. Santa Rita do Sapucaí está à frente da maior megalópole da América Latina, São Paulo (SP), devido à modernização da legislação municipal. 

O sul mineiro Vale da Eletrônica já teve sancionada em 18 de outubro, a Lei 5.406/21. O prefeito Wander Wilson Chaves aprovou e publicou a lei que determina “as normas para promover a expansão da cobertura das redes e a melhoria da qualidade dos serviços prestados à população”. Trindade considera que o 5G pode entrar em vigor no Brasil a partir de 2022. 

Para que isso seja possível, o Inatel que tem o know-how no assunto, já capacita há alguns anos profissionais e empresas ligados às telecomunicações no país e realiza eventos, como o do primeiro teste do 5G nacional.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.