AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Zema é aprovado por 60% dos mineiros, mostra DATATEMPO



Próximo ao fim do terceiro ano de mandato, a forma de governar de Romeu Zema (Novo) é aprovada pela maioria dos eleitores mineiros. De acordo com a terceira rodada da pesquisa DATATEMPO, 60,1% da população aprova o estilo de gestão do governador. 

A aprovação de Zema está estável: na primeira rodada da pesquisa, em julho, ele tinha 62,4%, mas oscilou negativamente, dentro da margem de erro, para 59,3% em setembro, e agora voltou a oscilar, desta vez positivamente. 

A estabilidade dos percentuais, embora em patamares altos e positivos, pode representar uma oportunidade para eventuais adversários de Zema nas eleições para o governo em 2022, avalia a coordenadora da pesquisa, a cientista política Audrey Dias. 

“Essa estabilidade na avaliação significa que Zema ainda não conquistou com sua gestão e sua forma de administrar o restante dos eleitores, dando espaço para oponentes conquistarem os insatisfeitos”, justifica a cientista política. 

Atualmente, 30,7% dos mineiros desaprovam a gestão do governador, número similar aos de julho (28,8%) e de setembro (31%), com as variações dentro da margem de erro da pesquisa. Os que não souberam ou não responderam eram 8,8% na primeira rodada, 9,8% na segunda, e agora são 9,3%. 

Já a avaliação dos eleitores sobre o governo estadual também passa por um período de estabilidade: 42,2% dos entrevistados responderam que acham a administração de Zema boa ou muito boa, variação positiva em relação a setembro (40,9%), mas dentro da margem de erro. Em julho, eram 43,7%. 

Já 31,2% avaliam o governo como regular, uma queda também dentro da margem de erro em relação a setembro (33,8%) e julho (33,1%). Aqueles que consideram a administração do Novo ruim ou muito ruim saíram de 17% há quatro meses e de 17,2% há dois meses para 18,5% em novembro. Não souberam ou não responderam 6,2% em julho, 8,2% em setembro, e agora são 8,1%. 

 

A população está otimista para o pouco mais de um ano que falta para Zema concluir o mandato.  

Quase metade (47%) têm expectativa boa ou muito boa para o tempo que resta ao governador. Outros 27,5% acreditam que o governo será regular, enquanto 18,3% têm expectativa ruim ou muito ruim. Aqueles que não souberam ou não responderam somam 7,2%. 

Dias melhores

A população mineira permanece esperançosa em relação a dias melhores do ponto de vista financeiro: 57,3% acreditam em uma melhora da situação de suas famílias, número similar ao de setembro (57,7%).  

Também foi medida a expectativa dos mineiros sobre a situação econômica do Estado. Para 41,9% dos entrevistados, vai melhorar.  

“Sabemos que a economia é um fator explicativo importante do voto e da reeleição de candidatos. Atualmente, vemos que uma parcela significativa dos eleitores acredita que a situação econômica do Estado vai melhorar, bem como a situação econômica de sua família”, avalia a coordenadora da pesquisa, Audrey Dias. 

A pesquisa foi feita entre 29 de outubro e 3 de novembro. Foram 1.402 entrevistas em todas as regiões de Minas. A margem de erro é de 2,62 pontos percentuais, e o nível de confiança, 95%.

O Tempo


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.