AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Agenda 21 & Cidadania - 17/12/2021



 Dicas de Natal

Então é Natal... - como diria Simone. Época de enfeitar casas e ruas, reunir a família, comprar presentes, comprar roupa nova, comprar enfeites, comprar muita comida e bebida, comprar, comprar, comprar! O comércio comemora as vendas que superam qualquer outra data do ano. Com a pandemia, então, as empresas que se aguentaram até aqui talvez consigam respirar melhor em janeiro. Certo, faz parte do sistema em que estamos inseridos. Entretanto, sem deixar de favorecer quem vive de venda e nem abdicar de confortos e tradições, convido vocês a repensarem alguns hábitos. 

Primeiro, vamos falar das roupas. As festas pedem um novo figurino. Nós merecemos. Mas procurem saber onde e o que comprar. A moda é o setor que mais afeta negativamente o meio ambiente. Além disso, preços muito baixos geralmente significam trabalho mal remunerado e insalubre. Que tal começar a apostar nos brechós? Pois bem, roupas e acessórios comprados (ou ganhos no amigo oculto), é preciso abrir espaço no guarda roupas. Deve haver coisas para doar e assim fazer a alegria da roupa nova a alguém que não pode comprar, não é? Uma boa prática é adotar o mantra: “Peça que entra, peça que sai”.

Outro assunto importante - os presentes. Dar e receber presentes é uma delícia, mas aqui também podemos tomar uma atitude mais consciente. Se compramos dos comerciantes locais ou de artesãos sempre que possível, ao invés de optar pelas grandes redes, estaremos fomentando a economia da cidade e melhorado a vida de seus moradores. Outra ideia é dar “experiências” de presente, algo que valoriza o setor de serviços da região. Por exemplo: ingressos, viagens, almoços em restaurantes. Além de ser um presente diferente, favorece as relações e tira todo mundo da telinha (se é que me entendem...). Ainda sobre presentes, já pensou em quanto tempo de uso tem o pacote de cada presente que você dá? O tempo da curiosidade de quem recebe. Se forem de material natural, degradam-se com facilidade. Mas o que dizer dos práticos, impessoais e eternos saquinhos metalizados? Seu presente acaba e embrulho fica por aí, guardado para a posteridade. No Instagram @estiloverde.oficial tem ideias bem legais para fazer seus pacotes.

E não podemos nos esquecer do dia seguinte - não, não me refiro à ressaca!! Falo de resíduos natalinos. Já andaram pela cidade observando as lixeiras no dia 25 de dezembro? Todas lotadas de caixas, isopores, restos de ceias, muitas garrafas - algumas mal acondicionadas, causando riscos a todos. Planejar o menu para que não se desperdice tanta comida (e aquelas frutas que enfeitam a mesa e acabam estragadas sem que ninguém consuma) e não gere tanto descarte é uma habilidade que vamos adquirindo com o treino. Mas acondicionar corretamente o lixo e não misturar orgânico com reciclável é aprendizado de todos os dias. Um lindo e sustentável Natal a todos!

 * Luciane Madrid Cesar
Artigo gentilmente cedido pela autora a título de colaboração com a Agenda 21 Local.
           
Engº Alencar de Souza Filgueiras 
Presidente do Fórum Agenda 21 Local 
Presidente do Conselho Fiscal do IBAPE/MG  
Contato: agenda21localvarginha@gmail.com


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.