AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Anvisa diz que faltam dados para aprovar Coronavac para crianças



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta terça-feira (21) que faltam dados para que o órgão possa concluir a análise que poderia levar à aprovação do uso da vacina Coronavac em crianças. De acordo com a agência, a conclusão se deu após reunião com especialistas realizada nesta terça. Com isso, novas informações serão solicitadas ao instituto Butantan, responsável pela produção do imunizante no Brasil e que fez um segundo pedido de uso do imunizante nas crianças. O pedido do Butantan é par aque o imunizante pudesse ser usado em crianças e adolescente de 3 a 17 anos.

"A Anvisa promoveu, nesta terça-feira (21/12), uma reunião entre especialistas e cientistas de áreas como pediatria e imunologia com representantes do Instituto Butantan. Após a reunião com os especialistas e considerando a necessidade de informações adicionais, a equipe conclui pela necessidade de emissão de exigência ao Butantan para a apresentação de informações ausentes no processo. Com isso, a Anvisa vai encaminhar ao Instituto uma série de questionamentos sobre dados que ainda não estão presentes no processo e que impedem a conclusão da análise pela Agência", diz a nota da Anvisa.

Segundo os técnicos da Anvisa, praticamente não houve mudança em relação aos dados apresentados pelo Butantan ao órgão no pedido feito em julho de 2021, que foi indeferido pelo órgão

"Na avaliação dos técnicos da Anvisa e dos especialistas externos convidados há lacunas importantes nos dados apresentados pelo Butantan que ainda impedem afirmar de forma científica o grau de imunidade gerado nas crianças e adolescentes", disse a Anvisa em nota.

Por enquanto, apenas a vacina da Pfizer foi autorizada para uso em crianças entre 5 e 11 anos no Brasil. Contudo, o governo federal ainda não promoveu a compra das doses e tem argumentados que precisa de novos debates no início do ano para fazer a aquisição.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.