AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Coluna de Minas Gerais - 13/12/2021



 Cai número de homicídios em JF

Juiz de Fora termina o ano com o menor número de mortes violentas da última década e, pela primeira vez nesse período, deixa a faixa considerada epidêmica pela Organização Mundial de Saúde, acima de dez homicídios para cada cem mil pessoas. Segundo levantamento, 51 pessoas perderam a vida em decorrência de ações criminosas em 2021, incluindo duas vítimas de dois duplos assassinatos. O resultado é uma taxa de 8,8 óbitos violentos para cada cem mil habitantes, com base na última estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 577.532 pessoas. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

 

Varginha terá fogos na virada

A Prefeitura de Varginha também não irá realizar este ano a tradicional festa de Réveillon da Mina por conta da pandemia. Mas assim como no ano passado, haverá queima de fogos na hora da virada em sete pontos da cidade. De acordo com a prefeitura, assim como nos anos anteriores, os fogos serão silenciosos. Ainda de acordo com a prefeitura, para evitar aglomeração, os locais onde ocorrerão a queima de fogos não serão divulgados. (Gazeta de Varginha)

 

Hemocentro com estoques baixos

O hemocentro de Pouso Alegre apresenta baixo estoque de sangue neste fim de ano. Conforme a administração da unidade do Hemominas, o problema ocorre com todos os tipos de sangue. Atendimento para doações ocorre até a véspera de ano novo em Poços de Caldas e Passos, além de Pouso Alegre. Segundo a Fundação Hemominas, nos estoques de toda a rede o sangue O negativo está em estado crítico. Já os tipos O positivo, B negativo e AB negativo estão em situação de alerta. Uma das tentativas de reverter esta situação é o funcionamento esticado dos hemocentros, esta semana. Com isso, vai ser possível doar sangue até esta sexta-feira (31). (Diário Regional – Pouso Alegre)

 

Projetos terão financiamentos no norte

Os micro, pequenos e médios empresários do Norte de Minas ganham mais uma opção para terem acesso às linhas de crédito do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). A Associação Comercial Industrial e de Serviços de Montes Claros, como um dos correspondentes bancários do BDMG, no Norte de Minas, através do Setor de Projetos da entidade, pode acompanhar associados e clientes na captação de recursos junto ao banco. O BDMG passa a ser o primeiro banco estadual apto a atuar com o fundo, que, atualmente, é operado pelo Banco do Brasil e pelo Banco do Nordeste. (Gazeta Norte Mineira – Montes Claros)

 

Tarifa de ônibus sobe em Poços

A Auto Omnibus Circullare anunciou reajuste no custo da passagem do transporte coletivo em Poços de Caldas. Em razão da não aprovação pela Câmara Municipal do subsídio de R$ 2,4 milhões destinado ao sistema de transporte coletivo e conforme o Contrato Emergencial entre a Prefeitura e empresa, o valor passa para R$ 5 “independentemente de autorização ou solicitação ao poder concedente”. Desta maneira, a tarifa do transporte coletivo passará dos atuais R$ 4,75 e R$ 4,50 (utilizando o Cartão Amigo) para R$ 5, a partir da zero hora da próxima segunda-feira, 3 de janeiro. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)

 

Uberaba vai reciclar óleo

A implantação do novo Centro de Reservação (CR-14), na Univerdecidade, executado com verbas de contrato de financiamento com a Caixa Econômica Federal, no âmbito dos programas Saneamento para Todos, está recebendo uma contrapartida da autarquia em forma de ações sustentáveis. Trata-se de um trabalho social voltado para a educação ambiental, visando em especial o público estudantil da rede municipal. A campanha “Óleo com bons olhos” foi lançada pela Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) neste segundo semestre para a coleta de óleo de cozinha usado nas escolas e unidades da companhia. A entrega pode ser feita pelo público em geral. (Jornal da Manhã – Poços de Caldas)

 

Sindicatos negociam salários

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e da Região Centro Oeste (Sintram) e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação Municipal do Município de Divinópolis (Sintemmd) protocolaram nesta semana, na Prefeitura de Divinópolis, o ofício conjunto com a pauta de reivindicações do funcionalismo municipal para a abertura das negociações da Campanha Salarial 2022. Na Assembleia Geral realizada pelos sindicatos no dia 13 de dezembro, os servidores municipais pedem, entre outras reivindicações recomposição salarial de 5,2% relativa a 2021. (Divinews – Divinópolis)


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.