AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Confira os cuidados com seu carro antes de pegar estrada



No período da pandemia que assombrou a todos com altos preços em muitos setores da economia, viajar no fim de ano, para muitas pessoas, tornou-se artigo de luxo, especialmente diante do medo por conta da nova variante da covid-19 em alguns estados e com a disparada da gasolina nos postos de combustíveis. 

Quem está se programando para encarar a empreitada de escolher o destino para a viagem, além da dor de cabeça em encher o tanque do carro, precisa se preocupar com documentos essenciais para pegar estrada. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) são imprescindíveis. 

Operações da PRF em todo o país, nesse período de fim de ano e férias escolares, vão checar motoristas dirigindo veículos sob a influência de álcool, além do conferir documentos do condutor e do veículo.

No Distrito Federal, o diretor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran, Glauber Peixoto, diz que "estamos intensificando, a operação Boas Festas, onde o foco é tirar esses condutores infratores das ruas que insistem em ingerir bebida alcoólica, além de não possuir os requisitos básicos do veículo, como a própria documentação do condutor e do automóvel que o próprio dirige. É essencial para o nosso trabalho de agentes de trânsito que os condutores respeitem as regras. Aos que se programaram e vão pegar as estradas, tenham responsabilidade. Sejam conscientes, porque com isso, teremos um final de ano tranquilo e sem grandes problemas".

Estar em família

Pensando em pegar a estrada para curtir os últimos feriados de 2021, após um ano com muitas dificuldades e desafios, o auxiliar de cozinha Rafael Almeida, 25 anos, quer aproveitar a reta final do ano ao lado de quem ele mais ama: a família. 

Natural de Santos, em São Paulo — a 1.082 km de distância de Brasília — e morador de Taguatinga, ele vai pegar a estrada nesta segunda-feira para rever os pais, que não visita desde o início da pandemia, em março de 2020. 

Antes, ele foi ao posto de atendimento do Detran-DF, no Shopping Popular, quitar algumas pendências. "Eu não estou sabendo conter a emoção de poder rever os meus pais após o momento assombroso que vivemos com a pandemia da covid-19 no Brasil. Os meus pais são tudo para mim e viver sem eles, eu não conseguiria. Não vejo a hora de abraçá-los, mas, antes desse momento, eu tive que vir aqui para quitar algumas multas que eu tenho em aberto porque não consegui por meio do aplicativo. É necessário estar dentro da lei para poder viajar, mas a gasolina, nessa reta final de ano, vai ser um outro fator que vai pesar no meu bolso", disse Rafael.

Para Lucas Ferreira, 31, veterinário e morador de Sobradinho, o alto valor da gasolina vai prejudicar a viagem. Ele, a mulher e os dois filhos vão percorrer 524,2 Km de carro até Uberaba (MG) para comemorar o Natal ao lado dos familiares. "Viajar sempre é bom e, ao lado dos familiares, é melhor ainda, porém, o valor da gasolina, no decorrer do ano, ultrapassou limites que jamais pensamos que chegariam. Vai doer no bolso para abastecer durante a viagem, mas rever aqueles que a gente não vê faz um tempinho vai ser muito importante", ressaltou. "Vamos pegar a estrada com todo o cuidado e com a documentação, minha e da minha esposa em dia. Sempre que viajamos, flagramos algum imprudente no trânsito, então, esperamos que a fiscalização deste ano nas rodovias federais seja constante", pontuou.

A Petrobras anunciou, recentemente, a redução de preços da gasolina em 3,1% após pressão do presidente Jair Bolsonaro. Os novos valores começaram a valer na quinta-feira e a justificativa da estatal para a diminuição dos preços é a queda do valor do barril de petróleo no mercado internacional. O motorista Carlos Santos, 42, não escondeu o descontentamento com o valor dos combustíveis nas bombas do Distrito Federal, que, em média, estão em R$ 6,999. "Está inviável", disse Carlos ao Blog do Vicente, do Correio Braziliense . Especialistas ouvidos pelo blog afirmaram que a redução do preço é temporária pois a tendência é de nova alta nas cotações do barril de petróleo no mercado externo.

Dicas importantes

Viajar de carro ou moto requer antes um "check up" no veículo. Para as revisões, é necessário que seja escolhido um mecânico de confiança, além de revisões em peças, pneus, rodas, alinhamento da suspensão e balanceamento, sistema elétrico, para-brisas, equipamentos de segurança, freios, fluidos, correias dentadas, entre outros. Em condições ideais, o veículo trabalhará de uma maneira eficiente, e a manutenção reduz a possibilidade de imprevistos durante a viagem.

"Estamos em período chuvoso, os condutores precisam ficar de olho em praticamente tudo na revisão completa do carro. Na estrada, o condutor precisa andar dentro da velocidade permitida da estrada, porque um dos maiores riscos de acidentes é o excesso de velocidade, não fazer ultrapassagem em local proibido, e aquela velha coisa: não ingerir bebida alcoólica, não usar celular ao volante, além do uso correto do cinto de todos os passageiros dentro do veículo, em especial os das crianças", explicou o especialista em trânsito Artur Morais.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.