AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Histórico! Com show de Ademir, América vence São Paulo e vai à Libertadores



O América fez história em 2021. Na noite desta quinta-feira (9), no Independência, em Belo Horizonte, o Coelho bateu o São Paulo pela 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro por 2 a 0, com dois gols do atacante Ademir, e garantiu, pela primeira vez em seus 109 anos, participação na Copa Libertadores da América.

O Coelho encerrou o Brasileirão na 8ª posição, com 53 pontos - a melhor campanha da história do clube na competição. O desempenho dá ao clube mineiro o direito de disputar a fase preliminar do principal torneio do continente em 2022.

A noite teve significado especial para Ademir: em despedida do América, o atacante desperdiçou grandes chances de gol, mas não perdeu a iniciativa e marcou duas vezes na etapa complementar. Ele será jogador do rival Atlético na próxima temporada.


O jogo

Logo aos 2 minutos, o América criou a primeira chance da partida em uma de suas jogadas mais costumeiras no Campeonato Brasileiro. A partir de uma reposição rápida do goleiro Matheus Cavichioli, Ademir ganhou na corrida e finalizou na cara do gol, mas foi travado por um defensor do São Paulo.

O Coelho iniciou a partida com uma postura agressiva. Intensos nos duelos individuais, os jogadores do time mineiro eram muito pressionantes no momento sem bola, em busca do desarme.

O São Paulo, no entanto, era mais presente no campo ofensivo. Especialmente com finalizações de fora da área, o Tricolor era quem se fazia mais próximo de abrir o placar. Aos 8 minutos, o Coelho respondeu: Ademir fez grande jogada individual pela direita e acionou Juninho, que finalizou para defesa de Tiago Volpi.

Com o decorrer do confronto, o São Paulo passou a controlar a posse de bola e impor mais dificuldades ao América. O time de Marquinhos Santos encontrava problemas para engatar bons contra-ataques.

A partir dos 30 minutos, no entanto, o Coelho voltou a retomar o domínio das ações. Com mais presença no campo de ataque, povoava o último terço com mais jogadores, mas ainda esbarrava na marcação forte do São Paulo e criava poucas chances.

Aos 33', Ademir desperdiçou a melhor chance da primeira etapa. Após jogada individual por dentro, o ponta-direito do América saiu na cara do gol e, com o pé direito, finalizou por cima da meta defendida por Tiago Volpi.

Na reta final da primeira etapa, pouco aconteceu. Com um pouco mais de posse de bola, o Coelho seguia tendo problemas de criatividade e não encontrava solução na mobilidade de seus atacantes (Felipe Azevedo, Ademir e Mauro Zárate).
Aos 46 minutos, o zagueiro Ricardo Silva teve um gol anulado. Após belo cruzamento de Patric, o defensor finalizou de cabeça, mas estava à frente da linha defensiva na origem da jogada.

Segundo tempo


A etapa complementar teve, assim como o primeiro tempo, um início equilibrado. As equipes alternavam no domínio da posse e buscavam protagonismo para chegar ao gol adversário.
Aos 6 minutos, Zárate acionou Ademir em profundidade. O atacante 'pôs na frente', saiu na cara do gol e finalizou para fora - naquela que havia sido a melhor chance do América até então.

O volante Zé Ricardo teve duas excelentes intervenções no início do segundo tempo. Em duas oportunidades, dentro da grande área, travou finalizações do São Paulo em grandes chances de gol adversárias.

Aos 12 minutos, a 'vitória pela insistência': Juninho lançou Felipe Azevedo na área. O atacante escorou de calcanhar para Ademir que, de direita, finalizou no canto das redes de Tiago Volpi. 1 a 0 América no Independência!

Quatro minutos depois, mais um do artilheiro do América! Após receber passe em profundidade de Juninho, o atacante saiu na cara do gol, driblou Tiago Volpi e, novamente de direita, marcou para o Coelho.

Após o segundo gol, o time de Marquinhos Santos priorizou, claramente, a consistência defensiva. O time mineiro abaixou suas linhas e, com organização, encarregou muitos jogadores na proteção da área.

Sem sustos, o América confirmou a vitória por 2 a 0 em uma noite histórica na Arena Independência. A temporada 2021 está eternamente marcada para o clube.

Super Esportes

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.