AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Minas ampliará o Teste do pezinho: mais 6 doenças serão rastreadas



 Em Minas Gerais, a partir de 25 de janeiro de 2022, o teste do pezinho vai mapear 12. Mais seis enfermidades serão incluídas no programa Estadual de Triagem Neonatal (PTN-MG). A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) vai ainda, no decorrer dos próximos dois anos, incluir mais doenças no mapeamento dos testes do pezinho, e a expectativa é que 33 enfermidades sejam investigadas. Anualmente, serão destinados R$ 13 milhões pelo governo de Minas para a ampliação.  

“A expectativa nossa é que desdobre políticas para cuidados de doenças raras”, secretário estadual de Saúde, Fábio Baccheretti. As enfermidades toxoplasmose congênita, distúrbios de betaoxidação dos ácidos graxos, deficiência de acil-CoA de cadeia muito longa, deficiência de 3-OH-acilCoA de cadeia longa, deficiência da proteína trifuncional e deficiência primária de carnitina vão ser incluídas no teste do pezinho nesta primeira fase.  O exame precisa ser realizado entre o terceiro e quinto dia de nascimento para ser eficaz. 

“A coleta no tempo correto possibilita que o recém-nascido receba tratamento dentro do prazo necessário para evitar sequelas graves no organismo e até mesmo a morte”, Daiana de Carvalho, coordenadora Materno Infantil da SES-MG. Em todos os municípios de Minas Gerais é oferecida a triagem pelo SUS. No total são 3.658 Unidades Básicas de Saúde e 86 Maternidades cadastradas. 


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.