AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Opinião - Luiz Fernando Alfredo

 Vice deve pensar sempre como vice

Achamos que se Bolsonaro tentasse à reeleição deveria manter a chapa com o General Mourão, porque é simpático, moderador, disciplinado e cultua a virtude de não trair a pátria em benefício próprio, ou seja, esclarecendo melhor, não conspiraria com os caçadores de “impeachment”, como fizeram os vices   Itamar Franco e Michel Temer contra seus Presidentes.

Estes caçadores ferozes, sempre inconformados com suas derrotas, a cada mandato buscam possíveis fatos criminosos do Executivo e julgam o mandatário numa proporção de dez por cento de tecnicidade e noventa por cento de puro golpe político, assim foram os casos dos impedimentos de Collor e Dilma, o primeiro por não ter apoio no congresso e querer administrar o país com um certo autoritarismo e a Presidenta pelo conjunto da obra de gestão do país e sua campanha política estelionatária; as tais pedaladas foram simples detalhes  técnicos, contudo se não houvesse anuência dos Vices e o povo na rua, dificilmente aconteceria.

Voltando a questão do Vice Mourão, apesar do Presidente declarar que, ele mais ajudou do que atrapalhou, ficou patente para nós, que na qualidade de General, Mourão é um ponto e vírgula, na relação do Chefe das Forças Armadas o Presidente da República e os oficiais Generais da Aeronáutica, Exercito e Marinha, pelo menos os três comandantes anteriores foram exonerados junto com o Ministro da Defesa.

Em que pese a chapa Bolsonaro/Mourão não se repetir, continuamos achando que o Vice tem que ser um militar de alta patente de qualquer uma das Forças pelas boas razões expostas acima pelo menos para o atual governo que vem quebrando paradigmas de corrupção, fisiologismo e racionalização do dinheiro público enfim mudando o sistema.

Imaginem se o Vice escolhido em 2018 fosse Janaina Paschoal ou Magno Malta, ambos de personalidade fortíssima, como estaria sendo mais infernal para Bolsonaro! Apesar deles apoiarem Bolsonaro hoje.

O vice pode e deve ter suas atribuições mas sempre de acordo com o   titular da chapa, ou assumir uma pasta de Ministro ou Secretário, mas a não ser que ele esteja dentro de suas atribuições de substituição ao titular, o mesmo não pode se comportar como sub chefe do executivo.

A propósito, vide em nossa cidade, até onde nós pudemos testemunhar ou tomar conhecimento dos fatos expostos, só Antônio Silva conviveu bem com seus vices. Foram até o fim, e continuaram partidários e amigos. Vamos incluir também, até hoje, o simpático e educado Leonardo Ciacci.

Esta é nossa opinião, salvo melhor juízo!

Que Deus abençoe a todos brasileiros e esta pátria amada escorraçada pelos esquerdistas amantes da destruição, cujas perigosas influências externas torcem para que assumam o país novamente e repartam a soberania do Brasil com eles.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.