AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

PF diz que Bolsonaro atuou de forma 'direta e relevante' contra urnas e sistema



Jair Bolsonaro (PL) teve uma atuação “direta e relevante” para produzir desinformação sobre o sistema eleitoral. A constatação da Polícia Federal consta em relatório enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), em 13 de setembro, no inquérito que apura fake news divulgadas pelo presidente da República contra as urnas eletrônicas e o sistema eleitoral brasileiro.

A informação é do portal G1. Reportagem publicada na noite de quinta-feira (16) mostra que a delegada da PF Denisse Ribeiro, responsável pelo inquérito, apontou que Bolsonaro aderiu “a um padrão de atuação já empregado por integrantes de governos de outros países”.

“Nesse aspecto específico, este inquérito permitiu identificar a atuação direta e relevante do Exmo. Sr. Presidente da República Jair Messias Bolsonaro na promoção da ação de desinformação, aderindo a um padrão de atuação já empregado por integrantes de governos de outros países”, diz a delegada.

Em agosto, o presidente chamou a imprensa ao Palácio da Alvorada para dizer que apresentaria provas das supostas falhas nas urnas, mas, em vez disso, repercutiu notícias falsas e vídeos já desmentidos.

Na semana seguinte, Moraes decidiu incluir essa conduta no inquérito sobre fake news que já tramita no STF. Bolsonaro aparece no inquérito como investigado. Ao fim da apuração, a PF deve enviar o caso à Procuradoria-Geral da República (PGR), que decidirá se denuncia os investigados formalmente à Justiça.

Em agosto, a PF incluiu Bolsonaro como investigado no inquérito das fake news. A apuração levará em conta os ataques, sem provas, feitos pelo presidente às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral do país.

O Tempo


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.