AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Assembleia destina R$ 106,5 milhões para vítimas das chuvas

Agostinho Patrus enfatizou a economia feita pelos parlamentares e a destinação dos recursos para minimizar o sofrimento dos mineiros. Arquivo ALMG/Foto: Luiz Santana



 Verba foi economizada pelos deputados em 
2021 e foi devolvida ao Executivo nesta semana

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) está devolvendo R$ 106,5 milhões ao Poder Executivo, relativos a recursos orçamentários que foram economizados pelos 77 deputados durante o ano de 2021. 

Em anúncio feito na última quinta-feira (13/1/22), o presidente da Assembleia, deputado Agostinho Patrus (PV), afirmou que o valor deverá ser usado para minimizar o sofrimento dos mineiros com as fortes chuvas que atingiram Minas Gerais desde o final de 2021.  Agostinho Patrus esclareceu que a maior parte dos recursos já foram transferidos ao Executivo. “Os deputados estaduais de Minas Gerais fizeram a sua parte: economizaram R$ 106 milhões, sendo R$ 98 milhões já repassados. 

O restante, R$ 8 milhões, serão repassados ainda esta semana para que o governo do Estado possa utilizar esse recurso, que é o dobro do que se anunciou até agora para minimizar a situação da mineira e do mineiro que tanto sofrem com pessoas desalojadas, desabrigadas em todo o nosso Estado”, afirmou o presidente. Repasses – Esta não é a primeira vez, durante a pandemia de Covid-19, que o Poder Legislativo devolve aos cofres públicos recursos economizados durante a atual legislatura. Em 23 de fevereiro de 2021, a Assembleia devolveu, ao Governo do Estado, R$ 80 milhões economizados pelo Parlamento mineiro durante o ano de 2020. 

O dinheiro foi usado no combate à pandemia de Covid-19. Antes disso, em dezembro de 2019, o setor da saúde já havia recebido recursos economizados pelo Poder Legislativo. Durante solenidade para entrega de relatório sobre o 2º ciclo do Assembleia Fiscaliza, o presidente Agostinho Patrus formalizou a devolução de R$ 46 milhões economizados pelo Parlamento em 2019. No início de 2020, outras iniciativas da Assembleia para ampliar os investimentos públicos em saúde foram o remanejamento de emendas parlamentares, em um valor de R$ 300 milhões, e a destinação de quase R$ 2 milhões para o financiamento de consultas médicas e outras ações promovidas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

  • A existência, a natureza e a medida de uma crise do Estado de Direito no atual contexto político;  
  • Como as instituições democráticas podem ser protegidas e plenipotencializadas, com vistas ao enfrentamento dos desafios do presente e do futuro.

As aulas começam no dia 31 de janeiro, às 14 horas. Os demais encontros serão realizados nos dias 1º, 2, 3 e 4 de fevereiro, sempre das 14h às 16hh30.


Fonte: ALMG


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.