AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Covid-19: vacina 100% nacional chega em fevereiro



O Brasil tem, desde ontem, uma vacina 100% nacional contra o novo coronavírus. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso do insumo farmacêutico ativo (IFA), matéria-prima fundamental para a produção do imunizante contra a covid-19, fabricado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A previsão é de que as primeiras doses totalmente brasileiras sejam envasadas ainda este mês e entregues ao Ministério da Saúde em fevereiro, tão logo forem concluídos os testes de controle de qualidade que ocorrem após o processamento final do medicamento.

A Fiocruz vem reproduzindo a vacina desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, mas com base no IFA importado da China. A aprovação pela Anvisa representa que todas as etapas de elaboração do medicamento serão realizadas no país. A estimativa é de que a capacidade produtiva do imunizante totalmente brasileiro seja de 100 milhões de doses.

"É uma grande conquista para a nossa sociedade ter uma vacina 100% nacional para a covid-19 produzida em Bio-Manguinhos/Fiocruz. A pandemia deixou claro o problema da dependência dos insumos farmacêuticos ativos para a produção de imunizantes. Com essa aprovação pela Anvisa, conquistamos uma vacina 100% produzida no país. Dessa forma, garantimos a autossuficiência do Sistema Único de Saúde (SUS) para essa vacina, que vem salvando vidas", destacou a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima.

Para que o IFA brasileiro fosse aprovado, a Anvisa avaliou os estudos de comparabilidade que avaliam a equivalência do processo produtivo. "As pesquisas demonstram que, ao ser fabricado no país, o insumo mantém o mesmo desempenho que o da vacina contra a covid-19 importada", garantiu a agência.

EM


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.