AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

MG: mais 80 mil pessoas atingidas pelas chuvas terão auxílio de R$ 1,2 mil



O governo de Minas Gerais anunciou, nesta quarta-feira (23/02), a ampliação do plano Recupera Minas. O projeto busca identificar os estragos causados pelas chuvas e implementar ações para recuperação dos danos. 

Com isso, 80 mil desalojados e desabrigados de 219 cidades receberão o auxílio de R$ 1.200, divididos em três parcelas de R$ 400, a partir deste mês. A ação contou  com o acréscimo de R$ 19 milhões, alcançando o montante de R$ 97 milhões, que serão repassados pelo Fundo Estadual de Assistência Social (Feas) aos Fundos Municipais de Assistência Social (FMAS). 

Mais de 120 cidades mineiras já foram contempladas com benefício 

Os recursos oferecidos pelo governo de Minas são destinados às cidades que tiveram a situação de calamidade ou emergência reconhecida pelo governo federal e finalizaram o envio de informações ao Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), do Ministério do Desenvolvimento Regional, entre 1º de dezembro de 2021 e 17 de janeiro de 2022. 
 
De acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), já foram repassados R$ 11 milhões às prefeituras que confirmaram os dados e assinaram o termo de aceite (confira a lista dos municípios que já aderiram ao Recupera Minas).
 
As transferências para o pagamento do benefício eventual e despesas com abrigamentos provisórios foram feitas a 128 municípios. Os pagementos referentes à primeira parcela do auxílio começaram a ser realizados no dia 15 de fevereiro, cinco dias após as prefeituras receberem o ofício da Sedese com as orientações necessárias para acessar à verba.

Gestores municipais terão autonomia na distribuição de recursos 

As prefeituras têm até 45 dias após a assinatura do termo de aceite para enviar o documento e os planos de serviço sobre a utilização do benefício. 
 
As gestões municipais deverão informar nos planos de serviço como o auxílio será repassado à população, de acordo com as necessidades de cada localidade, sendo possível utilizar para móveis, cestas básicas e kits de higiene. Famílias atingidas  também poderão receber diretamente o dinheiro. 
 
A Sedese reforça a orientação aos gestores para que se atentem aos prazos e entrem em contato com a equipe técnica para garantir que os recursos cheguem rapidamente aos atingidos pelas chuvas. O recebimento da verba dependerá do cronograma elaborado pelos municípios.
 
Elizabeth Jucá, secretária de Desenvolvimento Social, explicou que esse é o maior repasse de recursos extras para atendimento a emergências da história do Governo de Minas. Ao todo, serão distribuídos mais de R$ 600 milhões
 
Os investimentos estaduais estão divididos em três eixos: auxílio às pessoas, apoio aos municípios e infraestrutura estadual. Um quarto eixo será formado por doações da sociedade civil em que o governo de Minas dará suporte para que o apoio chegue aos municípios e às pessoas atingidas.



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.