AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Municípios banhados pelo Lago de Furnas estudam retomada do turismo na região

 Foto: Reprodução/EPTV



 Reunião entre as cidades que rodeiam o lago e de 
outros municípios do Sul de Minas ocorreu na terça-feira (22)


O Lago de Furnas atingiu a maior cheia desde junho de 2016. Com a melhoria no reservatório, representantes de 14 cidades ao redor e de outros municípios do Sul de Minas se reuniram na última terça-feira (22) para definir estratégias para a volta do turismo.

Dados oficiais do Operador Nacional do Sistema Elétrico mostram que o Lago de Furnas chegou ao volume útil de 78,83%, o nível está a 764,9 metros acima do nível do mar. 

Com o reservatório mais cheio, as cidades já têm se articulado para a retomada do turismo na região.

“São grupos de municípios com afinidades turísticas, próximos geograficamente, que trabalham o turismo em rede. 

A intenção é integrar, não existe turismo de um município só. Uma região turística é mais visitada, os destinos se complementam”, disse a presidente do Circuito do Lago de Furnas, Thayse Castro.

A tragédia de Capitólio que vitimou dez turistas em janeiro tem servido como uma dura lição. O Corpo de Bombeiros intensificou a fiscalização da exploração dos municípios turísticos do lago.

“O primeiro foco, o principalmente, é a questão do prevenir remediar. Que é a questão de intensificar a questão de guardas-vidas civis e intensificação de placar de sinalização, de advertência. 

Sejam em balneários, em cachoeiras. É preciso de diálogo das instituições de segurança com os governos municipais”, explicou o sargento do Corpo de Bombeiros, Samir Abraahão Benedetti Catarino.

Boa Esperança, por causa do dique que represa águas de Furnas, sempre atrai muitos turistas. Para o prefeito, Hideraldo Henrique Silva (PSD) os municípios ao redor das águas se completam e juntos fazem parte de um só cenário turístico.


Fonte: G1


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.