AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Novo Centro de Distribuição irá gerar 122 empregos em Pouso Alegre

Foto: Tv Minas.com


 A Gasômetro do Grupo Ramuth e Ramuth, assinou na manhã da última terça-feira (1º), um protocolo de intenção para construção de um Centro de Distribuição no Distrito Industrial do de Pouso Alegre. O Grupo, que possui mais de 35 anos de tradição no mercado de madeiras, máquinas, ferramentas e ferragens, pretende gerar 122 empregos no município.

“É com muita alegria que recebemos o Rogério, gestor de negócios da Ramuth e Ramuth, conhecida como Gasômetro, para assinar um protocolo de intenções, onde a Prefeitura passou a eles um terreno no Distrito Industrial e eles vão construir um empreendimento para gerar empregos para o povo de Pouso Alegre e região até 2023. Agradecemos a Gasômetro por fazer este investimento”, afirma o Prefeito, Rafael Simões.

Além disso, a empresa irá manter os 32 colaboradores que já atuam em sua unidade que fica às margens da Avenida Perimetral. O investimento da Gasômetro será de R$ 10,5 milhões em centro de distribuição para operar via e-commerce.

Os vereadores aprovaram no último dia 21 de dezembro, em sessão extraordinária, o projeto de lei que autorizou a Prefeitura a doar uma área de 6,2 mil metros quadrados, no Distrito Industrial, com valor estimado de pouco mais de R$ 1 milhão, para a expansão da Gasômetro Madeiras e assim a construção do novo CD.

“Para nós é uma alegria estar nesta cidade há 27 anos levando a matéria prima para marcenarias e indústrias de móveis de toda a região. Pouso Alegre é uma cidade polo que atende todo o em torno e agora com a parceria com a Prefeitura, temos um grande projeto de crescimento. Com o e-Commerce e o nosso Centro de Distribuição vamos atender toda Minas Gerais. Nós já estamos em Pouso Alegre e vamos também trazer toda nossa estrutura para cá. Estamos muito felizes”, afirma o gestor de negócios Rogério dos Santos.

Para receber a doação do município, a empresa se comprometeu a, além de cumprir as metas de geração de empregos, investimentos e faturamento, permanecer pelo prazo mínimo de 10 anos na cidade. Outra exigência é que o centro de distribuição já esteja instalado e em funcionamento até o final de 2021. O não cumprimento desses e outros compromissos assumidos geram a reversão do imóvel para o município.


Fonte: Tv Minas.com


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.