AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Polícia apreende duas toneladas de fios de cobre em Poços de Caldas



 Uma operação em conjunto das forças de segurança apreendeu quase duas toneladas de fios de cobre em Poços de Caldas, no Sul de Minas, na última quarta-feira (2/2). Batizada de "Mão de Ferro", a operação teve por objetivo coibir os constantes registros de crimes contra o patrimônio, envolvendo o furto de fiação de cobre e materiais em geral. Foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão e um de prisão.

A Operação Mão de Ferro contou com a integração entre Polícia Civil; Polícia Militar; Secretaria de Defesa Social, por meio da Guarda Civil Municipal e Agentes de Trânsito; Secretaria de Serviços Públicos, por meio da Fiscalização de Posturas; e o Departamento Municipal de Energia (DME).

A delegada regional de Poços de Caldas, Maria Cecília Gomes Flora, afirmou que “a operação contou com a presença de aproximadamente 130 profissionais das mais diversas áreas. O intuito da operação foi coibir o furto de fios de cobre na região”.

Responsável pela investigação, o delegado Cleyson Brene, ressaltou que a operação vem sendo organizada desde o ano passado, em razão do aumento significativo desse tipo de crime. "Os metais de cobre, são um produto muito rentável para os criminosos. Durante a ofensiva foram apreendidas quase duas toneladas de fios de cobre e cinco pessoas foram conduzidas para prestar esclarecimentos, sendo liberadas posteriormente.” O comandante do 29º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Afrânio Tadeu Garcia, exaltou a necessidade desse trabalho conjunto. “Para essa operação foram empenhados mais de 50 policiais militares no apoio para o cumprimento desses mandados de busca e apreensão, além do helicóptero da corporação e o uso de cães farejadores.”

Já o secretário de Defesa Social, Rafael Tadeu Conde Maria, espera que com o resultado da operação diminua a ocorrência desse tipo de crime na cidade. “A operação se fez necessária a partir de diversas demandas que chegaram às forças de segurança, tanto da população, quanto da própria Câmara de Vereadores, com principal objetivo em coibir as ações que têm gerado grande prejuízo inclusive à própria Prefeitura, com os furtos registrados constantemente. Para essa operação foram designados 30 guardas municipais e 20 agentes de trânsito, juntamente com demais servidores da Prefeitura”. O inspetor Marcelo Gavião Bastos, da Guarda Municipal, destacou que a sociedade precisava de uma resposta para esses crimes e essa resposta foi dada com essa operação.


Fonte: Estado de Minas 


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.