AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Técnico do América projeta time ofensivo no jogo de volta da Libertadores



O técnico Marquinhos Santos projetou como será o estilo de jogo do América na partida de volta da segunda fase da Copa da Libertadores, contra o Guaraní, no Paraguai. 

A equipe mineira foi derrotada nessa quarta-feira (23) por 1 a 0, no Independência, em Belo Horizonte.

O comandante do Coelho ressaltou que o time chegou à competição continental com um padrão ofensivo e vai mantê-lo para tentar a classificação à terceira fase

"Creio que temos que manter a pegada, postura ofensiva e agressiva, no sentido vertical de buscar o gol, que foi o modelo determinante para que pudéssemos alcançar a vaga nesta Libertadores. Não vamos mudar o estilo, o modelo, por conta de termos perdido por 1 a 0 e estarmos jogando fora de casa", avaliou, em entrevista coletiva realizada após a partida. 

Na derrota para o Guaraní, o time americano teve 72% de posse de bola e 25 finalizações, sendo 14 certas, de acordo com o aplicativo de estatísticas SofaScore. No entanto, o time não conseguiu abrir o marcador e levou o gol da derrota aos 46 minutos do segundo tempo.

Marquinhos Santos detalhou o modelo de jogo da equipe e afirmou que irá manter um time ofensivo no jogo de volta. 

"O América vai manter o padrão apresentado aqui, ainda mais pela necessidade de ter que buscar a vitória. O América, desde a minha chegada no ano passado, tem adotado isso, dentro ou fora de casa. Um time vertical, um modelo de jogo com posse, com ataque posicional e que em nenhum momento abdica do ataque, do gol, de buscar a vitória. Vai ser assim fora de casa, ainda mais pela necessidade de buscar o resultado positivo", projetou.

O técnico do Coelho também revelou que trabalhou o aspecto psicológico dos atletas ainda no vestiário do Independência. Segundo ele, é importante ter tranquilidade neste momento. 

"Já trabalhamos isso no vestiário. Os atletas estão conscientes desta postura e são sabedores que tivemos maior volume, maior presença, maior número de finalizações, mas não fomos eficazes. É ter tranquilidade, equilíbrio e trabalhar ainda mais o último terço e as finalizações, para que possamos reverter o número de oportunidades em gols quando jogarmos lá na semana que vem", disse.

O América visitará o Guaraní na próxima quarta-feira (2/3), às 19h15, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai. 

A Libertadores extinguiu, a partir deste ano, o critério do gol fora de casa. Com isso, o América precisa vencer por dois ou mais gols para se classificar ainda no tempo regular. 
 
Caso vença o Guaraní por um gol de diferença, o clube mineiro decidirá a vaga nos pênaltis. Não há prorrogação nas fases eliminatórias da competição, com exceção da final. Qualquer empate ou derrota elimina o Coelho da competição.

Super Esportes


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.