AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Correios comemora 53 anos de empresa e os 40 anos do Sedex

 


O ano de 2022 tem sido singular para a história da empresa Correios. Após o anúncio do melhor balanço financeiro dos últimos 22 anos, a estatal celebrou na última terça-feira (29), em evento no Correios Sede, em Brasília/DF, seus 53 anos de existência revigorados e fortalecidos, tal como ocorreu em 1969. O evento, que foi transmitido pelo canal da empresa no YouTube, contou com as presenças do presidente da estatal, Floriano Peixoto, da Diretoria-Executiva, de empregados e convidados. 

Em 20 de março, pelo Decreto-Lei nº 509, o departamento governamental se tornou empresa pública com a missão de desenvolver uma política de democratização da comunicação em todo o País. Desde então, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, também reconhecida pela sociedade pela sigla ECT, seguiu avante.  Ao longo dessas cinco décadas, a estatal esteve à frente dos grandes projetos de universalização dos serviços postais, proporcionando inclusão, levando cidadania, cumprindo com seu propósito de conectar pessoas e negócios pelo Brasil e pelo mundo. 

Nesse período, destacam-se a implantação da Rede Postal Noturna (RPN), a evolução e atualização do CEP, o aprimoramento das rotinas operacionais - com a instalação de novos centros de triagem pelo território nacional -, e a criação do Sedex, que completa 40 anos em 2022. 

Naquele momento, os Correios se consagraram como uma das mais avançadas empresas de comunicação do planeta. Coube à estatal se reinventar diante dos novos paradigmas e modelos de comunicação e consumo emergidos na virada do século, cenário no qual os Correios souberam, oportunamente, se inserir e alcançar destaque no mercado. Para o presidente da empresa, Floriano Peixoto, as transformações necessárias à estatal estão em curso para que a ECT possa responder à altura as expectativas de todos os segmentos que atende. 

“Quando chegamos, em junho de 2019, encontramos uma instituição com perspectivas incertas de futuro, pois as sequelas causadas no passado recente a comprometeram como empresa pública não-dependente de recursos governamentais, e também sua credibilidade. Nada, no entanto, que não pudesse ser superado e revertido, desde que enfrentado com honestidade, coragem, dedicação e profissionalismo, virtudes incorporadas pela atual administração”, disse o gestor.


Sedex 40 anos 

Durante o evento realizado nessa terça-feira, a empresa também lembrou a primeira postagem do Sedex, ocorrida em março de 1982. O feito marcou o nascimento do serviço que se tornaria líder no segmento de encomendas nacional. 

O produto foi pensado com o objetivo de oferecer uma entrega rápida e eficiente de remessas com até 5kg. Proposta até então inédita no Brasil, apenas no ano de lançamento foram distribuídos mais de 72 mil objetos. Hoje, o portfólio de soluções criado para acompanhar o crescimento do promissor comércio eletrônico brasileiro conta com uma linha premium que inclui o Sedex 10, Sedex 12 e o Sedex Hoje. 

O sucesso do modelo é visível em números. Somente em 2021, foram quase 170 milhões de postagens. Todos esses serviços tornaram-se sinônimo de entrega expressa segura e confiável, colocando a empresa nos mais altos níveis de competitividade e relevância do setor logístico. A solenidade também reservou momentos de homenagens a personagens marcantes para a trajetória da ECT. Entre eles, foi lembrada a gestão de Adwaldo Cardoso Botto, que ocorreu de março de 1974 a janeiro de 1985. 

Foi nesse período que as principais inovações foram implementadas, como a estruturação da RPN, a padronização dos índices de qualidade, a interiorização dos processos operacionais, serviços e produtos. Coronel Botto, como é conhecido, inaugurou o Sedex, sendo o primeiro remetente do serviço, ao enviar uma encomenda ao ministro das Comunicações da época, Haroldo Corrêa de Matto, que também presidiu a estatal por quatro anos. Para homenageá-lo, foi descerrada, nesta terça-feira, a placa do auditório do Correios Sede, em Brasília, com seu nome.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.