AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Covid: entenda o que é a BA.2, subvariante da ômicron dominante no mundo



A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que a subvariante BA.2 da ômicron, causadora da Covid-19, já é dominante no mundo, pois representa quase 86% dos casos sequenciados.

Nas últimas semanas, casos da doença que estavam diminuindo na Europa, voltaram a crescer em função do espalhamento da subvariante do coronavírus. 

Em um período de três semanas, os casos prováveis da subvariante passaram de 3,8% para 27,2%, segundo estudo do Instituto Todos pela Saúde (ITpS).

Saiba o que é BA.2, a subvariante da ômicron

Até o momento, a BA-2 parece ser mais transmissível do que a BA.1 e mais capaz de infectar pessoas vacinadas, mostrou um estudo dinamarquês.

O estudo, que analisou infecções por coronavírus em mais de 8.500 lares dinamarqueses entre dezembro e janeiro, concluiu que as pessoas infectadas com a subvariante BA.2 tinham aproximadamente 33% mais chances de infectar outras pessoas, em comparação com as infectadas com BA.1.

No Brasil, o primeiro caso da variante ômicron foi anunciado em 30 de novembro. Já a primeira morte foi confirmada no dia 6 de janeiro pela Secretaria de Saúde da cidade de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana de Goiás.

O paciente, de 68 anos, era hipertenso e tinha doença pulmonar obstrutiva crônica. De acordo com a pasta, ele havia recebido três doses de vacina contra a Covid-19: duas no esquema primário e uma de reforço.

A ômicron já é predominante no país, sendo responsável por 96,16% das amostras sequenciadas, segundo Our World in Data.
No mês de janeiro, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que tem observado um aumento de casos de Covid-19 num cenário em que a variante ômicron já é prevalente no Brasil.

"Infelizmente, ela [ômicron] já é prevalente aqui no Brasil, nós estamos assistindo o aumento de casos. E como em outros países que tem uma campanha forte como a nossa [de vacinação], a nossa expectativa é que não tenha um impacto em hospitalização e em óbitos", disse.


Por O TEMPO


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.