AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Exclusão de crianças de 5 anos da campanha contra a gripe é injustificável



Com início previsto para 4 de abril, a campanha de vacinação contra o vírus da gripe deste ano não inclui crianças de 5 anos. Assim, a campanha abarcará apenas crianças de até 4 anos. 

Segundo o Ministério da Saúde, a exclusão ocorre por falta de seringas e outros insumos. Para médicos e especialistas, a justificativa é um atestado de incompetência e incapacidade de gestão, uma vez que as campanhas são parte do calendário anual de ações de prevenção e todos os insumos já deveriam estar providenciados.

Para os profissionais, a vacinação contra a influenza também é importante para a proteção de populações vulneráveis. Renato Kfouri, presidente do Departamento de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatria, avalia que o ministério comete mais um erro em um cenário pandêmico.  

“Temos de considerar que as crianças, muitas vezes, são porta de entrada do vírus na família e participam da cadeia de transmissão”, explica. 

Para Marun David Cury - pediatra e diretor de Defesa Profissional da Associação Paulista de Medicina - a medida provoca, no mínimo, estranheza. Segundo ele, a influenza causa irritação da via respiratória, principalmente nos brônquios e pulmões, o que pode facilitar o aparecimento da pneumonia intersticial e até levar à morte. 

“A imunização é fundamental em todas as idades”, destaca. 

Campanha Nacional contra o Sarampo

%u200BA Campanha Nacional contra o Sarampo ocorre simultaneamente à Campanha Nacional contra a Influenza e também se limita às crianças de até 4 anos de idade. 

As duas vacinas - tríplice viral e influenza - serão ofertadas para administração no mesmo dia, uma recomendação do Programa Nacional de Imunizações para a redução de oportunidades perdidas na imunização. 




 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.