AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

PM prende integrante da Máfia Azul durante reunião com organizadas para a decisão do Mineiro



Um integrante da Máfia Azul, torcida organizada do Cruzeiro, foi preso pela Polícia Militar nessa terça-feira (29) durante uma reunião entre representantes das uniformizadas e a PM na sede do Batalhão de Choque.

Segundo a PM, a prisão foi feita após os militares identificarem que o integrante da Máfia Azul era foragido da Justiça.

Durante a reunião, representantes das principais torcidas uniformizadas de Atlético e Cruzeiro e a Polícia Militar traçaram estratégias para garantir a paz no clássico de sábado. “Além de traçar algumas questões para o jogo, como trajetos e pontos de concentração, a Polícia Militar pediu às torcidas para que o foco seja no espetáculo, no desporto e não na violência”, destacou o comandante do BPChq, tenente-coronel Juliano Trant.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais da Polícia Militar, representantes das duas torcidas se comprometem a um pacto de não agressão no sábado.

No último confronto entre as duas equipes, no dia 6 de março, um torcedor do Cruzeiro foi morto a tiros durante uma briga entre integrantes da Máfia Azul e da Galoucura no bairro Boa Vista, Região Leste da capital mineira.

Rodrigo Marlon Caetano Andrade, de 25 anos foi baleado com um tiro no abdômen durante a briga que foi viralizada nas redes sociais.

Reunião

Uma nova reunião, desta vez na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF) vai acontecer na noite desta quarta-feira para definir os últimos detalhes para o jogo. A FMF definiu que o jogo de sábado terá a presença das duas torcidas e a presença de torcedores de Atlético e Cruzeiro será igualmente dividida no Mineirão, ou seja, cada torcida terá direito a ocupar metade do estádio na decisão.


EM


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.