AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Agenda 21 & Cidadania - 01/04/2022



 Vamos de bike?

 Um carro popular libera cerca de 170 g de CO 2 por km na atmosfera. Os transportes a combustíveis fósseis, públicos e privados, são responsáveis por quase 30% das emissões de gases de efeito estufa no mundo.

Segundo a ONU, a bicicleta é o meio de transporte ecologicamente mais sustentável do planeta. Um estudo do IPEA (Instituto de pesquisa econômica aplicada) apontou, em 2018, que brasileiros têm mais bicicletas do que carros, porém apenas 7% a usam como principal meio de transporte.
 
As vantagens da bicicleta vão muito além da sustentabilidade. Um benefício importante é a qualidade de vida. Estudos mostram que exercícios diários melhoram o sono, reduzem a ansiedade e o estresse de modo geral. Andar de bicicleta nos possibilita olhar o entorno, apreciando a cidade e nos tornando mais sociáveis. Os ganhos com a saúde também são enormes: a queima de calorias, a melhora na aptidão cardiovascular, redução da pressão arterial, desenvolvimento dos músculos, melhoria na coordenação motora. Exercícios físicos diários, comprovadamente, melhoram a memória, a aprendizagem e o desempenho geral do cérebro.

Uma terceira vantagem, e que hoje em dia faz ainda mais diferença, é a economia. Ao deixar o carro em casa, você deixa de pagar combustível e diminui a frequência da troca de óleo, pneus e outros itens de manutenção. Se optar por não ter um automóvel, ainda se livra de seguro, IPVA, lavagens etc. A depreciação de uma bicicleta é bem menor que a do carro ao longo do tempo e o custo com manutenção é mínimo.

Outra vantagem: praticidade. Você precisa de um espaço bem pequeno para estacionar sua bike e há ainda as bicicletas dobráveis, que você pode levar para dentro dos lugares onde você vai.

Com tantos benefícios, porque tão pouca gente usa este meio de transporte?
O número de ciclistas poderia aumentar muito se as pessoas se sentissem seguras para pedalar na cidade, sem ter que dividir espaço com os carros. Várias cidades no mundo e no Brasil têm investido nessa forma de mobilidade urbana.

A construção de ciclovias impacta positivamente toda a população, já que pedalar ajuda no rendimento escolar, na melhoria da saúde física e mental, no combate à obesidade e na concepção de uma cidade mais humana que se preocupa com o bem-estar das pessoas. Haverá menos poluição do ar e sonora e menos congestionamentos – já que cada bicicleta a mais na rua significa um carro a menos no trânsito. Quanto mais seguro for andar de bike por aí, mais pessoas usufruirão desses benefícios.

Em Varginha, um projeto de ciclovia no percurso da antiga linha do trem foi iniciado, mas está parado. Não seria hora de dar continuidade a esse projeto, para que não percamos esse trem do futuro (com o perdão do trocadilho)?
Um documentário de 2015 sobre este assunto vale a pena ser visto. Chama-se “Bike vs carros” de Fredrik Gertten e está disponível no You Tube movies.

Luciane Madrid Cesar – Agenda 21 – 01-04-2022

Engº Alencar de Souza Filgueiras 
Presidente do Fórum Agenda 21 Local 
Presidente do Conselho Fiscal do IBAPE/MG  
Contato: agenda21localvarginha@gmail.com




 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.