AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

André Yuki participa de importantes eventos sobre o turismo do Sul de Minas

André Yuk, presidente da Abrasel Sul de Minas / SEHAV e Guilherme Vivaldi do Projeto Levante Sul de Minas / Grupo de Estudos Econômicos do Sul de Minas (GEESUL).

 Na última quinta-feira (07/04), o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) do Sul de Minas e do Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação de Varginha (SEHAV), André Yuki participou do 1º Seminário Trilhas – Desenvolvimento, Turismo e Liderança, em Três Pontas e da reunião técnica para soluções de desenvolvimento e turismo regional para o Lago de Furnas e Peixoto, em Três Corações. O seminário foi realizado pelo Sebrae Minas em parceria com a Prefeitura de Três Pontas e o Conselho de Desenvolvimento Econômico Sustentável de Três Pontas (Condes). Segundo André Yuki, com a retomada dos projetos, o turismo na região tem se estruturando para atrair cada vez mais investidores e visitantes.

 “O desenvolvimento do turismo, além de geração de empregos e renda, tem a finalidade de colocar as cidades em evidências para atração de investimentos e recursos por meio de suas belezas naturais, do turismo de negócios, de suas tradições culturais e religiosas. Quem não é visto não é lembrado”, ressaltou o presidente da Abrasel Sul de Minas e SEHAV.

Foram promovidas capacitações para mobilizar os empresários do setor público e privado sobre a importância do desenvolvimento econômico e social, por meio de ações que incentivam o turismo rural e de experiência. De acordo com o secretário municipal de Cultura, Lazer e Turismo de Três Pontas, Alex Tiso Chaves, o seminário tratou todas as questões trabalhadas sobre o tripé da fé, música e café. “Ontem (quinta-feira 07/04) foi o dia dedicado ao café. Tratamos o turismo rural, as rotas turísticas e como desenvolver o turismo através do nosso maior equipamento e gerador de renda do município que é o café. Tivemos diversas palestras, bate papos e cases de sucesso, com diversos produtores e especialistas em consultorias”, afirmou. Ainda de acordo com Alex, foram apresentadas diversas possiblidades e experimentos que já deram certo.

 “Discutimos novos rumos, tivemos ideias e apresentamos para os empresários presentes, meios que possamos trabalhar de mãos e braços dados para fomentar e aumentar a cadeia produtiva dentro do município”, explicou. O Sebrae Minas apresentou oficialmente o “Plano de Desenvolvimento Econômico e de Rotas Turísticas”. O estudo consiste em um mapeamento e diagnóstico das vocações e potencialidades turísticas que poderão ser desenvolvidas pelo município nos próximos 10 anos. Segundo o gerente da Regional Sul do Sebrae Minas, Rodrigo Ribeiro Pereira, o exsecretário de Turismo de Canela (RS), Ângelo Sanches explicou durante sua palestra como se estruturar e preparar uma cidade para receber o turismo. “Ângelo fez um ótimo trabalho na serra gaúcha desenvolvendo o turismo naquela região. E Três Pontas tem sido espantada através do Condes, um conselho deliberativo que apoia o prefeito na condução do município”, ressaltou. Ainda de acordo com Rodrigo, esse foi o primeiro seminário realizado pela temática de turismo do conselho. 

“Foram quatro dias de evento, onde falamos sobre vários setores, tanto empresarial como governamental e como se pode fazer e desenvolver o turismo na região. Durante o almoço empresarial com algumas lideranças, fechamos o evento com chave de ouro, onde pudemos conversar sobre o tema. A noite tivemos ainda mais uma palestra do Ângelo Sanches, mas dessa vez para o público da cidade”, concluiu. André Yuki ressaltou ainda que a palestra do especialista Ângelo Sanches, presidente da Associação Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo (ANSEDITUR), também abordou sobre a capacitação e a união do trade turístico. 


Três Corações 

Já a reunião realizada pela Empresa de Desenvolvimento Regional do Sul de Minas (Edersul) em Três Corações, teve como objetivo apresentar soluções de desenvolvimento e turismo regional para o Lago de Furnas e Peixoto. Segundo presidente da Edersul, Braz Pagani, a reunião teve como objetivo buscar soluções definitivas de projetos estratégicos da manutenção das cotas 762 e 663, além de ações que façam criar infraestrutura de logística para o turismo em torno do Lago de Furnas.

 “O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, que também esteve presente, apoia incondicionalmente o projeto e nos receberá ainda esse mês em Belo Horizonte, onde entregaremos os estudos e próximos passos para implementar todo esse trabalho. O projeto está focado em um trabalho de estudo técnico para mudar a manutenção da outorga das cotas através de especialistas, inclusive dentro do próprio estatuto da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). Vamos dar argumentos ao Governo de Minas para fazer a defesa técnica”, enfatizou Braz Pagani. 

De acordo com André Yuki, a participação do secretário de Cultura e Turismo foi de suma importância para demonstrar os desafios dos municípios banhados pelo lago de Furnas e Peixoto para os próximos anos, além de apresentar projetos para o desenvolver e alavancar o turismo da região e do estado. “A regionalização é uma forma de fortalecer o turismo e o comércio, divulgando as rotas turísticas e eventos, os produtos made in minas como cachaça, vinhos, azeites, queijos, doces, cafés e cervejas artesanais pela nossa rica gastronomia”, explicou. 

Ainda segundo o presidente da Edersul, a outra parte do projeto é a falta de infraestrutura do turismo no Sul de Minas. “O head de Mercado da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) – regional Minas, Lincoln Raydan, fez uma palestra mostrando tecnologias e inovações para a infraestrutura dos municípios, cidades inteligentes; o engenheiro e presidente da Federação C&VB-MG, Roberto Luciano Fortes Fagundes, fará um estudo para implementação de Convention & Visitors Bureau estrategicamente em torno do lago para poder viabilizar a busca de empreendimentos e eventos; e o presidente da Abrasel Sul de Minas e do SEHAV, André Yuki, será o responsável pela gastronomia, cursos, qualificações, estudos e implementações, inclusive de festivais em torno do lago”, concluiu.

André Yuki e Roberto Fagundes (presidente da Federação C&VB). 

Braz Pagani informou que Leônidas Oliveira fará a análise de cada projeto para alocar recursos para viabilizar os estudos e a implementação. Participaram ainda da reunião, o presidente da Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago) e prefeito de Cristais, Djalma Francisco Carvalho; o engenheiro civil e sanitarista, José Nelson de Almeida Machado; a gerente da Laminatus Engenharia e Inovação, Cláudia Kattah; o prefeito municipal de Cássia, Remulo Carvalho Pinto e o vice-presidente da Associação de Câmaras Municipais e Vereadores do Médio Rio Grande (ACAMVE), vereador Luiz Adriano de Souza Machado. 

Fonte: Ana Luísa Alves / Assessora de Imprensa da Abrasel Sul de Minas



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.