AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Atlético é o primeiro time a ser tricampeão do Mineiro no século 21



Atlético é o primeiro tricampeão do Campeonato Mineiro no século 21. Recordista de títulos estaduais em Minas Gerais (47), o Galo conseguiu a atual trinca de taças consecutivas ao vencer o Cruzeiro, por 3 a 1, no Mineirão, neste sábado (2). O Atlético é também o único campeão estadual dos anos 2020. 

Em outras duas oportunidades, o Atlético conseguiu o tri e, em ambas, foi além acumulando mais taças. O primeiro tricampeonato de sua história foi a sequência 1952, 1953 e 1954 que acabou virando penta com os títulos de 1955 e 1956. Este último dividido com o Cruzeiro. 

Entre o fim da década de 70 e início da de 80, o Alvinegro embalou outro tri: 1978, 1979 e 1980. Esta sequência foi além da anterior e se tornou um hexa com as taças de 1981 1982, 1983. O Galo é o único time com seis títulos consecutivos na era profissional do futebol mineiro. 

Desde então, o Atlético teve quatro oportunidades para sacramentar outro tri. Porém, os bicampeonatos de 1985-1986, 1988 -1989, 1999 -2000 e 2012 -2013 não avançaram além disso. Três foram impedidos pelo Cruzeiro e outro pelo América. 

Único campeão estadual nos anos 2020 


A sequência atual teve um início ruim com o técnico venezuelano Rafael Dudamel, em 2020. Mas, com a chegada do treinador argentino Jorge Sampaoli, e a contratação de bons reforços, o Galo se recuperou no Estadual e conquistou o título ao bater o Tombense na decisão.
Já em 2021, o Alvinegro teve Cuca no comando e conquistou o bicampeonato. A equipe atleticana não teve dificuldades na fase inicial e levou a taça com dois empates na final contra o América. O Galo tinha a vantagem pela liderança na fase de classificação. 
Agora em 2022, com Antonio El Turco Mohamed no comando, o caneco chegou de forma ainda mais tranquila do que no ano passado. Após terminar a fase de classificação com três pontos de frente para o vice-líder Athletic (28 a 25) e seis para o Cruzeiro (28 a 22), o Galo venceu todas as partidas seguintes. Na semifinal, a adversária foi a Caldense (2 a 0 e 3 a 0), enquanto na finalíssima de jogo único o rival foi o Cruzeiro (3 a 1). 

O Galo se tornou tricampeão com 88% de aproveitamento. Em 14 jogos, foram 12 vitórias, um empate e uma derrota levando a torcida à loucura no Mineirão e por toda a Belo Horizonte. 

Super Esportes



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.