AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Rússia inicia ‘nova fase’ da guerra na Ucrânia com ataques por quase todo o leste



O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou que Moscou inicia nesta terça-feira, 19, uma nova etapa da guerra, com foco total no leste da Ucrânia, onde estão situadas as cidades de Mariupol e Kharkiv, além do Donbass, com as regiões separatistas de Luhansk e Donetsk.

Segundo Lavrov, o novo momento será um desdobramento ‘significativo’ do conflito. “Outra etapa desta operação [no leste da Ucrânia] está começando e estou certo de que este será um momento muito importante de toda esta operação especial”, disse Lavrov em uma entrevista para o canal de TV India Today. Diversas autoridades da Ucrânia e de países ocidentais já previam há dias a intensificação do conflito na região, já que as tropas russas estavam se concentrando no leste.

O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, disse que os mísseis lançados nas últimas horas destruíram 13 locais de tropas e armas ucranianas, enquanto a força aérea atingiu 60 outras instalações militares ucranianas, incluindo depósitos de armazenamento de ogivas de mísseis. Já a artilharia russa teria atingido 1.260 instalações militares ucranianas e 1.214 concentrações de tropas nas últimas 24 horas, segundo a Pasta. A informação foi divulgada pela AP News.

A nova campanha de guerra libera milhares de soldados russos no território, no que a Ucrânia está chamando de “Batalha do Donbass”. O objetivo central do Kremlin seria tomar duas províncias separatistas e resgatar um vitória no campo de batalha. Autoridades ucranianas afirmam que o novo ataque começou durante a noite passada, contando com artilharia russa pesada e mísseis por quase toda a frente oriental.

As autoridades também reconheceram que a Rússia já tomou a cidade de Kreminn, de 18 mil habitantes e próxima de Luhansk. “Kreminna está sob o controle dos ‘orcs’. Eles entraram na cidade”, disse o governador ucraniano da província, Sergiy Gaidai, em um briefing, invocando as criaturas parecidas com goblins que aparecem nos livros de fantasia de JRR Tolkein para falar dos soldados russos.

Já em relação a Mariupol, cidade portuária estratégica que está sitiada há semanas, a Rússia deu um ultimato para que os combatentes ucranianos se rendam até o meio dia desta terça-feira. “Todos os que deporem as armas têm a garantia de permanecerem vivos”, disse o Ministério da Defesa russo. Apesar disso, em seu vídeo noturno, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu aos ucranianos para resistirem ao novo avanço: “Não importa quantas tropas russas eles enviem para lá, nós vamos lutar. Vamos nos defender”, disse.

Fonte: Jovem Pan

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.