AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

#VempraMinasFerrovias é lançado e prevê R$ 70 bi de investimentos no estado

 

Foto: Dirceu Aurélio / Imprensa MG


O governo de Minas Gerais deu a largada, na última  quarta-feira (6), com o apoio da FIEMG, no projeto #VempraMinasFerrovias, que, a partir da aprovação do marco legal do setor pela União, vislumbra atrair R$ 70 bilhões de investimentos para o estado – dos R$ 200 bilhões esperados para o país –, em infraestrutura que garanta o fortalecimento da matriz de transporte ferroviário.

A cerimônia de lançamento do #VempraMinasFerrovias reuniu, no palco do Centro Cultural SESIMINAS, em Belo Horizonte, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe; o governador Romeu Zema e outros representantes do governo do estado; o secretário Executivo do Ministério da Infraestrutura em exercício, Felipe Queiroz; deputados federais e estaduais; e inúmeros empresários.


Setor produtivo

“É um orgulho para o setor produtivo de Minas Gerais ver programas como este, que contemplam o futuro e deixarão um legado de investimentos e de infraestrutura. Todo mundo quer investir aqui, porque sente confiança no governo do estado. Já estamos vendo Minas crescer acima da média nacional. Em 2021, nossa indústria avançou 9,8%, contra 3,9% da média brasileira”, comemorou o presidente da FIEMG.

Roscoe ressaltou que investimentos em infraestrutura são multiplicadores. E, ainda, que aplicar capital na matriz ferroviária é apostar na prosperidade. “Estamos plantando para as gerações futuras”, observou.

“Os investimentos privados já são 900% maiores na nossa gestão do que na administração passada. Estamos juntos com o setor produtivo de Minas Gerais”, enfatizou o governador Romeu Zema, lembrando que completa agora 39 meses no comando do estado. Segundo ele, ao assumir o governo estadual, em 2018, a economia mineira representava 8,8% da nacional. Hoje, frisou, esse percentual está em 9,3%.

Representando o Ministério da Infraestrutura, Felipe Queiroz enfatizou que Minas Gerais é o berço das ferrovias no país. Ele considerou também que investir nesse modal é promover a dimensão humana da infraestrutura e a segurança viária no país.


Faturamento e empregos

No painel sobre “Oportunidades de novos negócios na cadeia da Indústria Ferroviária”, a economista chefe da FIEMG, Daniela Britto, apresentou um estudo sobre a Projeção de Demanda do Mercado Ferroviário para os próximos 5 a 10 anos. Em sua avaliação, abrem-se oportunidades de investimentos para vários setores em Minas Gerais. A previsão, informou ela, é de que a concretização de todos os investimentos esperados no #VempraMinasFerrovias reflita em 100% de faturamento do total empregado, com a criação de 500 mil empregos.

Fonte: FIEMG


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.