AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Acusada de cometer injúria racial em Agência do BB no Sul de Minas é afastada



O Banco do Brasil se pronunciou nesta segunda-feira, 30, sobre o caso de injúria racial registrado em uma das agências em Poços de Caldas na última semana.

Em nota, o banco disse que “não compactua com atitudes de desrespeito à dignidade, à igualdade, à diversidade e à privacidade das pessoas”.

De acordo com a nota divulgada, a ocorrência registrada na agência está sendo apurada e a prestadora de serviço terceirizada acusada no episódio foi afastada das suas funções.

Ainda conforme o pronunciamento, “o banco lamenta o episódio e informa que investe permanentemente no treinamento de seus funcionários e colaboradores terceirizados, valorizando a diversidade e respeito à igualdade”.

 

O caso

O crime contra Priscila Cristina Martins, de 29 anos, foi cometido por uma outra funcionária que trabalha com ela em uma empresa terceirizada que presta serviços ao banco. “Ela disse assim: olha o trabalho de preto da Priscila. O chão está sujo igual a sua cor”, relatou a vítima.

A auxiliar de serviços gerais disse ainda que no dia seguinte, após a ofensa, não foi trabalhar por estar abalada com a situação e alega também que não ter recebido nenhum apoio tanto da empresa terceirizada, quanto da gerência do banco. “Eu cheguei a conversar com o gerente no dia seguinte para explicar o motivo da minha ausência e pedi para ele entrar em contato com a empresa terceirizada para me ajudar, porque não estava recebendo resposta. Eu chamei a mulher que havia proferido as palavras ofensivas. Na frente do gerente, ela assumiu que havia cometido a injúria racial. Eu perguntei para o gerente se ele não ia me defender e ele me deixou falando sozinha”, disse Priscila.

A vítima, então, procurou a Polícia Militar e registrou um boletim de ocorrência. A Polícia Civil também abriu inquérito para apurar o caso.

 

Manifestação

Uma manifestação contra o racismo será realizada nesta terça-feira, 31, em Poços de Caldas. A manifestação acontecerá às 17h em frente ao Banco do Brasil, na Rua Assis Figueiredo, centro da cidade.

Priscila Martins de 29 anos, vítima da injúria racial esteve no Programa Onda Mais desta segunda-feira,30, ao lado de Lucia Vera Lima diretora do Centro Cultural Afro-Brasileiro Chico Rei. Durante o programa, Priscila contou sobre o episódio sofrido por ela e de como resolveu buscar ajuda e denunciar o caso.

Às 15h, na Câmara Municipal de Poços, vereadores votarão uma moção de solidariedade ao caso de racismo.

Fonte: Onda Poços



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.