AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Adolescente é ferido durante briga em frente de escola em Pouso Alegre



Uma briga generalizada na porta da Escola Estadual Virgília Paschoal, no bairro São Cristovão, em Pouso Alegre (MG), terminou com um jovem de 16 anos atingido na barriga com um canivete, no final da manhã desta segunda, 30.

Ele precisou ser socorrido para o pronto-socorro do Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL), onde passou por uma cirurgia. De acordo com a unidade de saúde, o jovem está fora de perigo.

 

A briga

A briga ocorreu quando os jovens saiam da aula, no final da manhã. As versões são conflitantes. Um jovem de 13 anos foi o autor do golpe de canivete que atingiu a vítima de 16. Segundo ele, a vítima teria começado as agressões.

Ele disse à polícia que “estava saindo da escola e, ao chegar ao lado externo, foi conversar [com] outro aluno, momento em que um adolescente (16 anos) veio ao seu encontro e lhe desferiu um chute na região do abdômen. Narrou que recebeu socos e chutes de outros adolescentes, bem como um golpe na cabeça e que, após isso, pegou um canivete e acertou a vítima. Ato contínuo, os demais adolescentes envolvidos correram atrás do autor, mas ele adentrou a escola, impedindo a continuidade das agressões”, relata trecho do informe da Polícia Militar.

O jovem de 16 anos, porém, contesta a informação. Ele afirma que sequer se envolveu na briga. Segundo o relado do jovem aos policiais ele “estava na porta da escola, momento em que se iniciou uma discussão entre alguns alunos. Disse que viu um dos envolvidos pegar um canivete e tentar acertar outro adolescente envolvido na situação; que empurrou o citado adolescente e acabou sendo atingido na região da barriga. Complementou que não estava envolvido na briga”, segue o informe.

Além do jovem atingido pelo canivete na região do abdômen, o autor da agressão também precisou de atendimento médico, “pois apresentava lesão na cabeça, no nariz e algumas escoriações no tronco”, informou a PM.

As partes envolvidas no confronto foram apresentadas na Delegacia de Polícia Civil, que deve investigar o caso.




 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.