AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Além de injúria racial, Lei Maria da Penha impedirá nomeações públicas



Após aprovação de projeto de lei que proíbe Prefeitura e Câmara contratarem condenados por injúria racial, o Legislativo de Pouso Alegre analisa estender a vedação também para condenados com base na Lei Maria da Penha

Os vereadores de Pouso Alegre apreciaram em segunda turno, na sessão ordinária desta terça-feira (10), o Projeto de Lei de autoria do vereador Bruno Dias, que tem a intenção de proibir na Câmara e na Prefeitura a nomeação para cargos em comissão e funções gratificadas de condenados pelo crime de injúria racial.

A matéria de Bruno Dias acrescenta o inciso X ao artigo 2º da Lei Municipal nº 5.106, de 2011, que por sua originalidade veda o modelo de contratação diante da condenação por outros vários crimes. Com a proposta de Bruno, os que foram condenados em decisão transitada em julgado, com fundamento no disposto no artigo 140, § 3º, do Código Penal – Decreto-Lei nº 2.848/1940 – por crime de Injúria Racial, desde a condenação até o cumprimento integral da pena, entram para essa lista já proposta. A matéria segue para sanção do prefeito. 

Além disso, outra matéria deve engrossar a lei a partir de agora. Uma proposta do vereador Dr. Edson, colocada em apreciação em primeiro turno durante a sessão desta terça-feira, soma na redação os condenados pela Lei Maria da Penha. A proposta passou em primeiro turno e ainda deve ser apreciada em segundo turno pelos vereadores.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.