AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Análise do São Paulo: testes de Ceni não funcionam, rendimento cai e liga alerta para a Copa do Brasil



Rogério Ceni surpreendeu na escalação do São Paulo no domingo, no empate por 1 a 1 com o Fortaleza, no Castelão, pela quinta rodada do Brasileirão, ao optar por iniciar o confronto com André Anderson entre os titulares. Foi a primeira vez do meia iniciando um confronto.

Antes do jogo, Ceni explicou que gostaria de dar mais mobilidade, o colocando atrás dos atacantes. Isso fez com que Alisson atuasse mais próximo de Calleri e Igor Gomes ficasse mais recuado. No primeiro tempo, a ideia não funcionou. 

São Paulo pouco criou no ataque, teve inúmeras dificuldades no toque de bola e abusou dos lançamentos longos para Calleri brigar com os zagueiros. Durante 45 minutos (mais acréscimos) apenas um chute, no meio do gol, sem dificuldades para Max Walef. 

Diante do rendimento péssimo no primeiro tempo, foi necessário fazer algumas mudanças. Luciano entrou na vaga de André Anderson, e Rodrigo Nestor saiu para a entrada de Patrick. Ainda no primeiro tempo, Andrés Colorado precisou ser substituído por Pablo Maia por dores na coxa direita. 

As mexidas não fizeram o time dar um salto de rendimento, mas pelo menos foi possível ter uma equipe mais incisiva e com mais opções no ataque. Aos 11 minutos, Igor Gomes - que passou a ser o armador - achou um bonito passe para Luciano abrir o placar. 

O resultado fazia o São Paulo saltar para a terceira posição do Campeonato Brasileiro naquele momento, e as coisas pareciam se encaixar para o time depois do gol. A equipe manteve a posse de bola e criou mais chances. 

Mas um vacilo, aos 23 minutos, fez tudo cair por terra. Yago Pikachu avançou todo o campo pela direita sem a bola e pediu um cruzamento na segunda trave para Juninho Capixaba. O lateral foi preciso no passe, e Pikachu acertou um chute de primeira, sem chances para Jandrei.

A atuação foi um enorme contraste com o que aconteceu no último jogo fora de casa, pelo Brasileirão. Contra o Red Bull Bragantino, na terceira rodada, o São Paulo teve 21 finalizações e deu indícios de que aquele era um novo momento para a equipe. 

No domingo, foram cinco finalizações, sendo que apenas três foram em direção ao gol. Na entrevista coletiva, Rogério Ceni confessou que faltou efetividade ao Tricolor e que é um ponto que precisa de melhora. 

A queda de rendimento liga um sinal de alerta às vésperas de um jogo que vale a classificação na próxima fase da Copa do Brasil. E, apesar do São Paulo ser mandante, a partida de quinta-feira, às 19h30, será na Arena Barueri devido a um show no Morumbi dias antes. 

A equipe tem tido dificuldades longe de seu estádio. 

Com três dias de respiro até o duelo contra o Juventude, o Tricolor deve levar o que tem de melhor para a partida classificatória. Pelo Brasileirão, o próximo jogo será no domingo, às 16h, contra o Cuiabá, no Morumbi.


GE

 Foto: Kid Júnior/SVM


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.