AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Atlético no alto, Cruzeiro e América abaixo: as maiores receitas do Brasil


foto: Divulgação


O ranking das maiores receitas do futebol brasileiro em 2021 tem o Atlético entre os primeiros colocados. Já Cruzeiro e América aparecem bem abaixo. 

A relação foi elaborada pela Sports Value, empresa de marketing esportivo do especialista Amir Somoggi, e publicada em estudo anual sobre as finanças dos clubes do Brasil. Os valores são baseados nos balanços financeiros das equipes.

O recordista em receitas no ano passado foi, a exemplo de 2019 e 2020, o Flamengo. O Rubro-Negro teve R$ 1.082 bilhão em arrecadações. Em seguida, aparece o Palmeiras, com R$ 910 milhões.

Atlético


O Atlético é o terceiro colocado do ranking. O clube alvinegro teve R$ 504,8 milhões em receitas, recorde na história do clube.

O valor foi impulsionado pelas premiações geradas pelas conquistas de títulos. Em 2021, o Atlético conquistou o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileirão. Além disso, chegou à semifinal da Copa Libertadores.

Cruzeiro


O segundo ano consecutivo do Cruzeiro na Série B foi de ligeira melhora nas receitas. Em 2020, foram R$ 123,3 milhões; em 2021, R$ 143,4 milhões.

Com o valor do ano passado, o Cruzeiro aparece na 17ª colocação no ranking. Em comparação com dois clubes tradicionais que disputaram a Série B em 2020, o clube celeste conseguiu resultado melhor que o Botafogo (R$ 121,9 milhões) e pior que o Vasco (R$ 186,2 milhões).

América


O América teve um bom ano esportivo em 2021, conseguindo pela primeira vez a classificação para a Copa Libertadores. O clube teve R$ 101,9 milhões em receitas, recorde histórico e 19º no ranking brasileiro.


Super Esportes


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.