AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Bolsonaro assina medidas de estímulo ao emprego de mulheres e jovens



Atento às recentes pesquisas de intenção de voto, as quais ainda apontam alta rejeição ao governo federal das mulheres e jovens de 16 a 24 anos, o presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou, nesta quarta-feira (4), uma medida provisória voltada para a empregabilidade de mulheres e jovens e um decreto para criar mais vagas de empregos para os jovens. 

Bolsonaro, que tentará a reeleição em outubro, criou em março deste ano o Programa Renda e Oportunidade, conduzido pelo Ministério do Trabalho e Previdência. 

Na terceira fase desse programa, lançada nesta quarta em cerimônia no Palácio do Planalto, o governo federal institui a flexibilização do regime de trabalho das mulheres, com qualificação em áreas estratégicas, além de apoio no retorno ao trabalho após a licença maternidade. 

Segundo o ministro do Trabalho e Previdência José Carlos Oliveira, as mulheres também vão poder sacar recursos do FGTS para investir em qualificação. 

Sobre o retorno ao trabalho pós licença maternidade, de acordo com informações do governo federal, será implantado o regime de tempo parcial e compensação de jornada por meio de banco de horas, além da jornada de 12 horas trabalhadas por 36 horas ininterruptas de descanso, quando a atividade permitir. Também será possível a antecipação de férias e flexibilização do horário de entrada e de saída. 

Com relação aos jovens, o governo federal promete criar, por decreto, 100 mil novas vagas de aprendizagem profissional. Além disso, as empresas participantes terão benefícios para regularizar o cumprimento da cota de aprendizagem, com uma estimativa de contratação de 250 mil adolescentes e jovens ainda este ano. 


O Tempo

Foto: Reprodução/TV Brasil




 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.