AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Hugão explica críticas de Pezzolano em vitória do Cruzeiro: 'Não cornetou'


foto: Staff Images


Representante do Cruzeiro na bancada do Alterosa Esporte desta segunda-feira (30), Hugão disse que o técnico celeste, Paulo Pezzolano, não 'cornetou' o time após a vitória sobre o Criciúma, por 1 a 0. Em entrevista pós-jogo, o comandante afirmou que a partida da última sexta-feira (27), no estádio Heriberto Hulse, foi uma das piores da equipe nesta Série B do Campeonato Brasileiro. 

Hugão disse: "Sobre o Pezzolano, eu não acho que ele 'cornetou' o time. Ele entendeu a dificuldade do jogo. Evidentemente que, com as mexidas dele, conseguiu buscar o resultado e segurou o ímpeto do Criciúma no momento em que a torcida começou a apoiar mais. É aquele negócio. Série B vai ter oscilação, vai ter jogo que você não vai jogar bem. Então, é garantir os pontos que são necessários". 

Seguindo a mesma linha de raciocínio de Hugão, o americano Ronaldo Luiz defendeu Pezzolano. Representante do Coelho no programa, o comentarista foi jogador do Cruzeiro, Vasco, São Paulo e América, e afirmou saber a dificuldade que é enfrentar o Criciúma no Heriberto Hulse. 

"É lógico (que o técnico deve criticar). Eu já joguei Série B e sei o que é isso. Jogar contra o Criciúma lá no campo deles não é brincadeira. Qualquer competição o importante é a vitória. Um a zero até o final do campeonato vai fazer com que o time se classifique. A crítica foi positiva, mas ele pode falar sim. Quem treina é ele, ele pode falar", disse Ronaldo Luiz. 


Pezzolano 

Na última sexta-feira (27), pela 9ª rodada da Série B, o Cruzeiro bateu o Criciúma por 1 a 0, com gol de Jajá aos 48 minutos do segundo tempo. Para Paulo Pezzolano, mesmo com superioridade numérica, devido à expulsão do volante catarinense Léo Costa, a Raposa não conseguiu demonstrar seu melhor futebol. 

"Hoje, não tivemos uma boa noite. A meu ver, foi um dos nossos piores jogos na Série B. Eu achei que poderíamos jogar por dois dias seguidos que não faríamos o gol. Não estava claro, não ficava claro nunca as jogadas. Eles estavam jogando em outra velocidade, marcando mais e sendo mais aguerridos, e nós não conseguimos essa velocidade no jogo, mas, por sorte, conseguimos os três pontos", disse o técnico. 

Apesar das críticas, torcedores cruzeirenses concordaram com Pezzolano nas redes sociais. No Twitter, a conta "Vó Tuitá" publicou: "Análise 100% lúcida e realista".

 
 
 
O resultado fora de casa fez o Cruzeiro se isolar na liderança da competição nacional. O time alcançou 22 pontos na tabela e abriu cinco de vantagem em relação ao Vasco, segundo colocado, com 17.
 
Além disso, a vitória foi a sexta consecutiva dos mineiros na Segunda Divisão (Londrina, Chapecoense, Grêmio, Náutico, Sampaio Corrêa e Criciúma) - a sétima na temporada.  
 
O próximo compromisso da Raposa pela Série B será no dia 3 de junho (sexta-feira), às 21h30, diante do Operário. A partida será disputada no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, no Paraná.


Super Esportes



 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.