AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Mãe é sempre mãe, deveras atemporal

 


Não somos o que os outros pensam de nós, jamais seremos o que os outros querem que sejamos, somos frutos do ambiente que nascemos e vivemos, mesmo que tenhamos virtudes inatas e adquiridas, não perdemos nossas raízes e se as escondemos, um dia elas emergirão. Por isto somos quem somos, uma incógnita para todos, menos para nossa mãe, pois é a única capaz de enxergar nossa alma; e nos aceitar do jeito que somos, em quaisquer circunstâncias que a vida nos moldar, sejam no caráter bom ou fraco, nos traumas que nos deixam incapazes, nos vícios que não conseguimos superar e nas nossas loucuras irreversíveis. E assim continua a vida com momentos felizes e efêmeros ou tragédias duradouras, às quais jamais esqueceremos, devido a profundidade inescrutável do ferimento. Por isto mãe, esteja você neste plano ou no outro, a senhora é a sinonímia do amor, da sabedoria e do esmero.

Parabéns mãe, o dia é simbolicamente todo seu, mas a gratidão eterna, é nossa, pois, em nenhum momento nossos corações se separaram, devido a sua permanente presença nos espreitando, senão ninguém diria nas horas difíceis: Oh, minha mãe, às vezes substituindo, Oh meu Deus!

Luiz Fernando Alfredo

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.