AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Ministério Público anuncia criação de unidade de enfrentamento à violência doméstica em Pouso Alegre



O Ministério Público anunciou a criação de uma unidade de enfrentamento à violência doméstica em Pouso Alegre (MG). O município é uma das três cidades de Minas Gerais que será contemplada com o projeto. 

De acordo com dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, nos três primeiros meses de 2022, foram registrados 278 casos de violência doméstica e contra a mulher em Pouso Alegre

Segundo a coordenadora do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Combate à Violência contra a Mulher, a Promotora de Justiça Patrícia Habkouk, os dados registrados em Pouso Alegre acenderam um alerta e fez com que a cidade fosse escolhida para receber a unidade. Em 2019 e 2020, o município teve taxas maiores do que a do estado. 

“Periodicamente, a Polícia Civil soma estes boletins de ocorrências e faz um calculo levando em conta a população de mulheres do município. No estado de Minas Gerais é de 12. Isso significa dizer que a cada mil mulheres, 12 sofrem violência doméstica. Em Pouso Alegre, em 2019, 16,8% [das mulheres] sofreram violência doméstica. E no ano de 2020, 15,3%. Estes números chamam a atenção e a gente tem que pensar que a gente estava na pandemia e a pandemia foi uma dificuldade a mais para as mulheres fazerem o registro da violência que sofre”, explicou Patrícia. 

O projeto tem como objetivo reforçar a segurança das mulheres vítimas de abusos e agressões dentro de casa. Elas vão contar com um atendimento diferenciado, voltado para o fortalecimento, recuperação pós-trauma e a ampliação da rede de apoio. 

Além disso, o projeto também vai trabalhar com o agressor, para educar e conscientizar. 

“O importante é a gente pensar que Pouso Alegre despertou em nós a preocupação de criarmos uma unidade de atendimento às mulheres em situação de violência e também desenvolver um trabalho com os homens autores da violência. A violência doméstica e familiar é um problema que acomete toda a sociedade", afirmou. 

Além de Pouso Alegre, Barbacena e Curvelo também serão contempladas com o projeto.


G1 Sul de Minas




 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.