AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Opinião com Luiz Fernando 10/05/2022


 

Lutando contra o sistema

Mais uma pesquisa eleitoral, Lula na frente de Bolsonaro; pesquisaram mil pessoas por telefone, e chegaram aos resultados mentirosos de sempre.
Podem perguntar: Às pesquisas não são pelo menos aproximada? Sem dúvidas que são, anteriormente, quando não havia ativismo do sistema, os resultados aproximavam, exceto, quando no meio da campanha surgia uma onda desencadeada por um acidente de percurso ou tendência a fugir da mesmice, como aconteceu em Varginha, no ano 2000, onde o PT nas últimas três eleições, sempre chegava ao final do pleito colado no vencedor, ou seja, “batendo na trave”, era uma experiência que muitos queriam viver e, a partir daquele ano virou a bandeira, praticamente, em todo Brasil, já que os tucanos não tinham um candidato de peso para enfrentar à insistência de Lula, que estava em alta.
Na verdade, a bandeira azul e amarela dos tucanos, parecia nada ter a ver com a bandeira vermelha dos petistas, ledo engano.
De fato, para a maioria  dos brasileiros que não se preocupavam e sequer sabiam de ideologias, o PT começou a  demonstrar o seu projeto de poder e autoritarismo, disfarçadamente, empobrecendo o povão, mascarando com distribuição de migalhas e crédito fácil, encabrestando os eleitores ao Estado e afundando-os em dívidas, simultaneamente, enchendo o pequeno empresário de encargos impagáveis, aumentando o custo Brasil e diminuindo os lucros dos que se aventuravam a se inscrever no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, soçobrando-os num passivo financeiro, por causa dos juros altos, com intuito de privilegiar os Bancos.
O PT não protegeu as indústrias de metalurgia, de brinquedos, têxtil e outras, ao comprar produtos da China, que por conta da mão de obra escrava, importava por um preço irrisório (desempregava pessoas aqui e ajudava os chineses além de enfraquecer empresários destes e de outros ramos). Os idiotas do mundo inteiro, na ânsia de ganhar fácil, alavancaram a China e hoje são escravos dela, em matéria de economia. Já fizemos uma matéria sobre esta incapacidade de alguns pensadores cheios de doutorados, verdadeiros analfabetos funcionais.
Além de tudo, havia a inflação reprimida por decreto (energia, combustíveis etc.), escondida debaixo do tapete, misturada com corrupção e crimes de peculato, até que começou a operação “lava jato”, fazendo um “rapa” nos políticos e empresários, doleiros e servidores públicos que surpreenderam a todos nós. Vimos dois presidentes presos e uma presidenta expulsa do palácio do Planalto; assistimos também uma quadrilha de ricos presos, coisa que jamais tínhamos presenciado e para surpresa de todo um sistema, aparece um azarão, sem um discurso politicamente correto, rasgando o verbo e afrontando os políticos e, ganha às eleições de 2018, com a ajuda do povão que descobriu após às manifestações até injustas, do “fora Temer” em 2016 e 2017, que havia necessidade premente de reagir à bandalheira.
A partir da “descondenação” do maior bandido do Brasil, através de uma filigrana jurídica vergonhosa, alegando ser o CEP de Curitiba incompatível para o julgamento, portanto um “lapso” processual relativo a circunscrição judiciária, em que pese já ter sido referendado por mais duas instâncias superiores; soltaram o Lula e o tornaram elegível, desrespeitando mais de um milhão de advogados e advogadas, que preferiram calar-se  perante aos arroubos do CPP pelo STF, afinal a direção federal da OAB está praticando  ativismo. Junte-se a este silêncio ensurdecedor, à eleição de um Presidente do Senado oportunista e covarde, chamado Rodrigo Pacheco, que se tornou, pela sua estatura (posição ostática), o poste principal para os esquerdistas hastearem suas bandeiras; e tem mais, foi eleito Arthur Lira para presidente da Câmara, o qual está de “rabo preso” na Corte Suprema. Já pensaram nisto, o Congresso Nacional de joelhos para o judiciário, por pura covardia da maioria?
A soltura do Lula, a nosso ver, foi tipo um ato desaforador ao povo brasileiro, por ter eleito Bolsonaro, este que, desde a posse, apanha e apanha. Votaram nele, vamos libertar o corrupto para desbanca-lo nas próximas eleições, simples assim.
O Sistema viu neste nicho de antipatriotismo a oportunidade de desestabilizar o Brasil, e impedir Bolsonaro, com ajuda da imprensa, só que o tiro saiu pela culatra, pois, quanto mais o Lula fala e promete absurdos típicos de uma ditadura, mais ele se complica e porquanto, alguns brasileiros, ainda acreditarem nesta fraude chamada pesquisa, onde um candidato antes, popular, e hoje, sequer pode sair nas ruas, isso tudo é parte do plano para confundir os eleitores, só que a tendência verde e amarela dos conservadores cada vez aumenta mais.
Por outro lado, um dos maiores partidos de hoje no congresso é o do Presidente e vamos falar só do Tarcísio, candidato apoiado por Bolsonaro em São Paulo, a governador, ainda desconhecido, já está empatando com Addad. Imaginem se o PT estivesse na frente de verdade, com folga nas pesquisas, o Bolsonaro estaria para escanteio, no entanto até deputados de esquerda que se diz centrão (morno), estão querendo apoia-lo para puxar votos. E salvo engano, quem estiver com a esquerda será altamente radioativo e, provavelmente, os eleitores se afastarão, pois do jeito que os brasileiros estão inflamados com o Congresso e o STF (vide manifestação de primeiro de maio), parece que a prevaricação e ativismo de empoderados, contra o Brasil, são eficientes cabos eleitorais do Presidente.
Assistimos o Ministro Luiz Fux, Presidente do STF, proferir um discurso defendendo a liberdade de expressão, se o destinatário for a Corte que ele preside, tudo pode melhorar, se não for, e, eventualmente, aumentar o fluxo de narrativas cínicas, “a cobra vai acabar fumando”, o que seria contraproducente, e com grandes prejuízos para democracia, até agora direcionada só para a esquerda, mas acreditamos ainda na sensatez e provável mudança.
Finalizando, deixamos algumas perguntas: Será que alguns não estão vendo o que se passa nas ruas? Será que alguns não enxergam o flerte da esquerda com o comunismo Venezuelano? Será que alguns esqueceram de Deus, Pátria, família e liberdade? Será que alguns não enxergam quem está afrontando à constituição? Será que não é hora de parar de falar em urna auditável, pois, o congresso perdeu o “time” e não há nada que se possa fazer? Afinal, pelo que nos parece, “o gato já está no telhado”, o que afasta, sobremaneira, possibilidades de fraude e ainda mais com o acompanhamento das Forças Armadas.
Alguns leitores nosso, argumentam que Bolsonaro arruma briga fácil, porém, só vamos fazer uma pergunta: Já tentaram imaginar apenas um homem defender uma ideia contra tudo e todos, tendo que rebater e falar não às agressões e pedidos espúrios 24 horas por dia, debaixo de injúrias, difamações e calúnia? É logico o cara não é perfeito, afinal quem é? Mais uma vez afirmamos, estamos defendendo à ideologia que pode melhorar o Brasil cada vez mais, resultados estão ai neste imenso país, vocês só não verão através das televisões, jornais e revistas, que perderam bilhões, que ganhavam na maciota!
Que Deus ajude o Brasil!


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.