AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Polícia prende homem suspeito de matar mulher encontrada com sinais de estrangulamento em Pouso Alegre

Foto: Reprodução/EPTV


 Investigadores da Delegacia de Homicídios de Pouso Alegre prenderam na última terça-feira (24) um homem de 40 anos, suspeito de autoria do assassinato de Lucimara Andrade da Rocha, de 45 anos, que teve o corpo encontrado no dia 1º de maio, no bairro Serra Morena, próximo à Cimed.

As investigações duraram 24 dias e estiveram sob o comando do delegado Rodrigo Tiago Bartoli, da Delegacia de Homicídios da Regional de Pouso Alegre, que realizou diversos procedimentos investigatórios, como oitivas e outras diligências, que levou passo a passo a identificar as circunstâncias, bem como o suspeito do crime. Após a prisão, que contou com o apoio dos policiais das Delegacias de Patrimônio, das Mulheres e de Tóxicos, o homem de 40 anos confessou ter matado a vítima após uma discussão, por meio de enforcamento. Além dos elementos já reunidos, ainda foram coletadas amostras de DNA do suspeito para exames periciais conclusivos.

Sob a natureza de segredo de justiça, o inquérito caminha para a conclusão e em seguida será encaminhado ao Ministério Público para o devido processo. O autor confesso foi levado para o Sistema Prisional em Pouso Alegre.

Sua identificação, idade, residência e os motivos que o levaram a cometer o assassinato não foram revelados, por impedimento da condição de segredo de justiça do inquérito. A polícia apenas informou que o suspeito não é o marido, namorado ou companheiro da vítima, ou seja, não tinha nenhum relacionamento afetivo com ela.


O crime

Na noite de 01 de maio, o corpo de Lucimara Andrade da Rocha foi encontrado no matagal de um terreno localizado ao final da Rua Serra da Boa Esperança, no bairro Serra Morena, situado na região sul da cidade, nas imediações da indústria farmacêutica Cimed.

A mulher de 45 anos estava desaparecida desde às 19h30 de sexta-feira (29/04). Ele teria sido vista pela última vez nas imediações da Estação Rodoviária.

Lucimara residia com o marido e dois filhos no bairro Bela Itália, na região do Faisqueira. Seu desaparecimento foi registrado em Boletim de Ocorrência Virtual na Polícia Militar e familiares fizeram apelo em redes sociais, solicitando informações sobre o seu paradeiro.

Segundo a PM, o corpo foi encontrado com sinais de violência e levado para o IML, onde foi necropsiado. No pescoço da vítima havia marcas de esganadura.

Fonte: Portal da Cidade


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.