AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Presidente da Abrasel Sul de Minas e SEHAV entrega ofícios a deputado estadual e ao presidente da ALMG



 Na última  sexta-feira (06/05), o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) do Sul de Minas e do Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação de Varginha (SEHAV), André Yuki, se reuniu com o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, com o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Agostinho Patrus e com os deputados estaduais, Professor Cleiton e Ulysses Gomes. O encontro, que aconteceu na Faculdade de Direito de Varginha (Fadiva), contou ainda com a presença de prefeitos e vice-prefeitos da região, vereadores e demais lideranças.

Na oportunidade, André Yuki entregou um ofício a assessora parlamentar do presidente da ALMG, Fernanda Reis e outro para o Deputado Professor Cleiton, pedindo que a Comissão Extraordinária de Turismo e Gastronomia da ALMG se torne uma Comissão Permanente. 

De acordo com o presidente da Abrasel Sul de Minas e do SEHAV, o objetivo da comissão é fomentar debates relativos ao desenvolvimento das atividades de ambos os setores, discutir mecanismos para potencializar o crescimento de toda cadeia produtiva e promover ações de valorização de produtos de gastronomia mineira aliadas aos roteiros turísticos do estado.



“Essa importante comissão parlamentar, por ser ordinária, tem prazo determinado para finalizar suas atividades. Por essa razão, a Abrasel Sul de Minas e o SEHAV, juntos com a Frente de Gastronomia Mineira (FGM), requerem sensibilizar a Mesa da ALMG, para que essa comissão seja transformada em permanente, considerando sua relevância como palco de discussão de políticas públicas para o fomento da gastronomia e turismo”, explicou André no ofício.

Durante o evento, André questionou Kalil sobre qual seria o plano de desenvolvimento do seu governo para a gastronomia, cultura e atração do turismo para o estado e o sul de Minas. Kalil informou que o poder público não deve atrapalhar as organizações privadas para o desenvolvimento do turismo, e sim, ser um facilitador. O pré-candidato ao governo informou ainda que irá investir nas estradas que dão acesso ao turismo, citando como exemplo a estrada de acesso ao distrito de Monte Verde.

Ainda de acordo com o presidente da Abrasel Sul de Minas e do SEHAV, a gastronomia em Minas Gerais está presente em aspectos como identidade, história, cultura, economia, turismo, sérvios, renda e principalmente abrindo portas para a geração de empregos para os mais jovens.


“Através da Gastronomia Criativa, esse assunto vem se consolidando e inovando ao longo dos anos. Podemos citar os cafés especiais e gourmets da nossa região, a riqueza das águas minerais do Circuito das Águas, azeites de Poços de Caldas e Maria da Fé, os vinhos do terroir mineiro (Cordislândia, Andradas, Três Pontas, Três Corações e Santa Rita do Sapucaí), os queijos de Cruzília e Canastra, os pescados do Lago de Furnas, as cachaças, cervejas artesanais, os doces de leite, amendoim, abóbora e goiabada”, concluiu. André citou ainda que segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), a gastronomia ocupa a terceira posição entre as principais motivações que levam turistas a viajar, ficando atrás apenas da natureza e cultura; segundo a World Food Travel Association, o turismo gastronômico gera um impacto econômico de US$ 150 bilhões anualmente e em uma pesquisa feita pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult/MG), “gastronomia” foi a palavra mais citada pelos entrevistados como algo que representa a imagem do estado.

Fonte: Ana Luísa Alves / Assessora de Imprensa da Abrasel Sul de Minas.


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.