AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Trio que aceitava bolsa família como pagamento de droga é preso no Sul de Minas



A Polícia Militar desencadeou uma operação na área central e no bairro São João, em Pouso Alegre, no Sul de Minas, nesta quinta-feira (05/05) e cumpriu mandados de prisão e busca e apreensão. Três pessoas acabaram presas por tráfico de drogas e muitos entorpecentes e dinheiros foram apreendidos.

“São dois irmãos e a esposa de um deles, que se valiam de uma situação de aparente tranquilidade familiar para comercializar entorpecentes. Em uma casa bem longe do bairro São João, onde eles guardavam o peso, uma quantidade considerável de pasta base de cocaína foi apreendida no local. E o ponto de comércio no bairro São João, na rua Sabiá, uma verdadeira fortaleza, porque a gente teve que usar de força para entrar na residência, toda embarreirada, com grade, muito difícil acesso, a gente conseguiu a droga de varejo”, explicou Tenente Dionísio Correa, em entrevista exclusiva ao Terra do Mandu.

De acordo com a Polícia Militar, os três presos aceitavam pagamento de droga até com cartões do Bolsa Família (um programa da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc), que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil), o que chamou atenção da PM. Ainda outros diversos cartões de vale alimentação foram apreendidos com os suspeitos.

“Normalmente os traficantes recebem as drogas de diversas formas, por vezes aparelhos celulares, produtos receptados diversos, ferramentas, só que dessa vez nos surpreendeu que eles estavam recebendo cartões do Bolsa Família, juntamente com a senha, para trocar pela droga. São diversos cartões, com diversas senhas, que efetivamente saem de nossos contribuintes para custear isso”, contou o tenente.

Foram apreendidos ainda pelos policiais aproximadamente R$ 15 mil em notas diversas, 1kg de pasta base de cocaína, 30 pedras de crack, 8 celulares, aparelho DVR de videomonitoramento, 5 pen drives, folhas de cheque, anabolizantes diversos e vários outros materiais. Além disso, os policiais encontraram anotações do tráfico, desde a entrada da droga, até a comercialização e o recebimento do pagamento.

“Em uma das cadernetas tem o controle dos cartões de bolsa família, da entrada de droga, da entrada de dinheiro, de material produto de furto que era trocado por droga. Então, é uma contabilidade bem rigorosa dos montantes envolvidos”, explicou Tenente Dionísio.

Participaram da operação diversos policiais militares, inclusive houve emprego de semovente (cadela), a qual contribui na localização de vários materiais entorpecentes. Essa é a segunda vez que os suspeitos são detidos, segundo a Polícia Militar; eles foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil.

“Já é o segundo cumprimento de mandado de prisão, todos são conhecidos no meio policial, são traficantes contumazes. A gente está tirando vendedores de veneno na sociedade nesse momento”, encerrou o tenente.

Drogas, dinheiro, cheques, cartões, foram muitos materiais apreendidos na operação em Pouso Alegre.

 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.