AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Mulher que matou marido com a ajuda da vizinha em MG disse que era chamada de 'gorda e velha'; entenda como o crime aconteceu



A mulher que matou o marido com a ajuda da vizinha em Itajubá (MG) disse para a polícia que era constantemente chamada de "gorda e velha" por ele. Ela e a vizinha estão em liberdade, já que não houve flagrante. 

O servidor público Sérgio Carvalho Silva, de 51 anos, foi morto asfixiado no sábado (25) pela própria esposa no bairro Santo Antônio. Para conseguir matar o marido, a mulher teria pedido para que ele, que também era segurança, a ensinasse técnicas de imobilização. 

Segundo a polícia, o marido teria aceitado ser amarrado pela esposa e então ela aproveitou a oportunidade para asfixiá-o com panos e depois, com um pedaço de pão. 

Como o crime aconteceu 

Conforme o boletim de ocorrência, a esposa disse à Polícia Militar que após fazer comida, mentiu para o esposo que iria trabalhar como segurança em Pouso Alegre e, como o marido era segurança, pediu para que ele desse dicas de como imobilizar uma pessoa. 

Em seguida, ainda segundo o BO, ela pediu também para que ele deixasse que ela o amarrasse, para que ela testasse a habilidade para caso fosse necessário. 

Conforme contou à Polícia Militar, o marido concordou e ela o amarrou com dois cadarços, envolvendo as mãos dele para trás, além de também amarrar os pés dele.A mulher disse que tampou a boca e o nariz do marido com uma blusa de criança para sufocá-lo. Segundo contou à polícia, ela só parou de sufocar o marido quando ele desmaiou. 

Ela também disse no boletim de ocorrência que resolveu contar a verdade sobre o que ocorreu, pois estava com a consciência pesada. 

Nota de pesar

A Prefeitura de Itajubá emitiu nota de pesar pela morte dele (veja no fim da reportagem), que era servidor público há 23 anos e já havia trabalhado nas secretarias municipais de Desenvolvimento Social, Governo, Obras e Saúde.


G1

Foto: Reprodução EPTV


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.